Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Bloqueio preocupa pelas queimadas

04/08/2015 às 11:12
por César Soares

Atualizado 04/08/2015 às 16:50

Juntamente com o ar seco do inverno, um outro grande problema também aparece, as queimadas. Agosto e setembro são meses secos que tem a influência de bloqueios atmosféricos que impedem a chegada de sistemas que provocam chuva, com isso o número de queimadas tende a aumentar durante este período.

 

 

Segundo informações do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) em 48 horas, ou seja, desde o domingo (02) foram registrados um total de 902 focos de queimadas.

Desde o início do ano de 2015 já foram registrados em todo o Brasil um total de 31369 focos de queimadas e incêndios. No mesmo período do ano de 2014 tivemos um número de 30837. O que indica um aumento de 0,2%.

 

#fotografeotempo por Eliana Loaiza em Jundiaí/SP

 

SP tem queda no número de queimadas

Já no Estado de São Paulo a situação é um pouco diferente. Com mais chuva durante os meses de verão do que nos anos anteriores e também mais chuva no início do inverno, tivemos uma situação contrária ao observado em 2014. Por isso, no ano de 2015 tivemos uma redução de aproximadamente 50% no número de queimadas no Estado de São Paulo, no período de janeiro até o início de agosto.

 

Previsão indica mais ar seco

A primeira quinzena do mês de agosto prometer continuar seca sobre o Centro-Oeste, Sudeste e sertão do Nordeste. A presença de bloqueios atmosféricos favorece a subsidência do ar, ou seja, o ar mais seco das camadas mais altas da atmosfera desce e impede a formação de nuvens de chuva ou sistemas meteorológicos mais organizados que sejam capaz de mudar as condições do tempo, como as frentes frias.

Os índices de umidade relativa do ar continuam caindo sobre a maior parte das áreas centrais do Brasil, o que deve trazer um aumento para o número de focos de incêndios e queimadas.