Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Centro-Oeste terá calor histórico

14/10/2015 às 22:54
por Josélia Pegorim

Atualizado 14/10/2015 às 22:57

Tarde mais quente do ano em Goiânia

A tarde de 14 de outubro de 2015 foi a mais quente do ano até agora em Goiânia, capital e Goiás. A temperatura chegou aos 39,2°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. O recorde anterior era 38,7°C, em 9 de outubro. O recorde histórico é 39,4°C em 17 de outubro 2007 e repetido em 15 e 17 de outubro de 2014.

Nesta quinta, 15 de outubro de 2015, exatamente um ano após igualar o recorde histórico de calor registrado em outubro de 2007, Goiânia poderá estabelecer uma nova marca histórica. Qualquer valor igual ou acima de 39,5°C será o novo recorde histórico em 78 anos de medição. A estação meteorológica convencional do Instituto Nacional de Meteorologia, referência para a verificação de recordes, foi aberta em 1937.

A Climatempo prevê temperaturas máximas de 39°C a 40°C até o domingo, 18 de outubro de 2015.

 

Campo Grandecapital de Mato Grosso do Sul, não deve bater recorde, apesar da previsão de bastante calor nesta quinta-feira. O aumento da nebulosidade e a maior possibilidade de pancadas de chuva vão inibir uma elevação muito acentuada da temperatura. O recorde histórico é de 40.2ºC no dia 15 de outubro de 2014. Porém, temperaturas em torno dos 40°C poderão ocorrer no norte e leste de Mato Grosso do Sul nos próximos dias.

 

Brasília poderá registrar novo recorde histórico de calor

A primavera de 2015 já deu a Brasília uma temperatura máxima de 35,8°C, em 23 de setembro, marca que igualou o recorde histórico de calor registrado em 28 de outubro de 2008.

Mas esta é uma primavera especial. É uma primavera com El Niño, que dentre outras travessuras, vem deixando o Centro-Oeste e o Sudeste do Brasil com ar mais seco do que normal, com menos nebulosidade e menos chuva. Umas das consequências da estiagem prolongada é a persistência do calor.

Até o domingo, 18 de outubro, Brasília poderá estabelecer um novo recorde histórico de calor. Na tarde de sexta, 16, sábado, 17 ou domingo, 18, a temperatura máxima poderá alcançar efetivamente o dígito dos 36°C, superando, portanto, o recorde atual que é de 35,8°C. Se em um destes dias a temperatura alcançar 35,9°C, o novo recorde já estará estabelecido, sendo a maior temperatura em Brasília em 54 anos, desde 1961, quando o Instituto Nacional de Meteorologia começou a fazer medições na cidade.

 

Historicamente setembro e outubro são os meses mais quentes do ano, mas o que se observa em 2015 é um calor excepcional. As temperaturas estão vários graus acima do padrão médio normal. Em setembro, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a média das temperaturas máximas em Brasília foi de 32,0°C, valor que ficou 3,7°C acima da média normal para setembro que é de 28,3°C.

Outubro está indo pela mesma estrada. Os primeiros 14 dias do mês podem ser comparados a uma verdadeira fornalha. A temperatura máxima média neste período foi de 33,6°C. O valor médio de referência é de 27,5°C.

 

Cuiabá dos 40°C

A capital de Mato Grosso também tem uma chance de registrar um novo recorde de calor histórico nos próximos dias, embora a possibilidade não seja tão grande como em Brasília e em Goiânia.

No período de 15 a 19 de outubro de 2015, Cuiabá deve ter dias de calor intenso e com baixa possibilidade de chuva. A temperatura à tarde deve varia de 40°C a 42°C. Se considerarmos uma margem de erro de 1°C, para mais ou para menos, a temperatura máxima poderá alcançar marcas entre 42°C e 43°C mais de uma vez.

O recorde histórico atual de calor é de 42,3°C e ocorreu no dia 17 de setembro de 2010. Em 6 de outubro de 2015, a temperatura chegou aos 42,0°C, a segunda maior temperatura em Cuiabá desde 1911 (em 104 anos), pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.