Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Quando o calor vai diminuir?

20/10/2015 às 22:40
por Josélia Pegorim

Calor acima dos 40°C e níveis de umidade abaixo de 20% voltaram a ocorrer em diversos estados brasileiros na tarde desta terça-feira, 20 de outubro. A umidade relativa do ar chegou aos 11% no Tocantins e aos 12% em locais da Bahia e de Goiás. 

Os estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Tocantins e Piauí registraram temperatura igual ou acima de 40°C.

Pela medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia, a maior temperatura no país no dia de 20 de outubro de 2015 ocorreu em Itumbiara (GO) e foi de 41,0°C. Desde o dia 14 de outubro, o calor aumentou no país e temperaturas de 40°C ou mais estão sendo registradas em um maior número de locais onde há medição meteorológica oficial.

 

Mais calor

Recordes históricos de calor foram batidos em outubro em Brasília, Goiânia e em Belo Horizonte. Até a sexta-feira, mesmo com previsão de pancadas de chuva e aumento da nebulosidade, temperaturas extremamente elevadas ainda devem ser observadas no Brasil. Há possibilidade de mais recordes de calor, pelo menos recordes para 2015.

 

 

 

 

Chuva, nebulosidade, ventos e ar polar são importantes reguladores da temperatura diária em qualquer lugar. Mas quase todo o Brasil tem estado seco e sem ar polar. As frentes frias estão sendo barradas no Sul ou sendo desviadas para alto-mar antes de chegar ao Sudeste. Ou ainda chegam ao Sudeste, mas muito enfraquecida.

Mas no fim desta semana esta situação começa a mudar. Uma grande frente fria chega ao país e terá força para espalhar chuva  e vetos de origem polar pelo interior do país que vão baixar a temperatura.

Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim.