Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

O que vem por aí...

20/12/2015 às 14:59
por Aline Tochio

O verão começa oficialmente nesta terça-feira, 22, às 02h48 no horário de Brasília. A data e o horário do início e do fim das estações do ano é um cálculo matemático feito pelos astrônomos e não pelos meteorologistas, é sempre bom lembrar que o tempo e o clima não obedecem aos cálculos astronômicos. A mudança no padrão de circulação da atmosfera e gradativa. Assim, ainda podemos observar características do inverno no começo da primavera, e antes de entrarmos no verão já podemos ter dias típicos da estação. E é exatamente isso que vem sendo observado no Brasil nesta última semana. Veja como vai ficar o tempo nesta primeira semana do verão nas regiões do País.

 

Região Norte

A atmosfera do Norte está quente e muito úmida. Por isso a chuva é frequente em quase todas as áreas, e vem na forma de temporais. O interior do Amapá, o Estado de Roraima e o norte do Pará é que tem chuva mais irregular e menos volumosa. Já o sul do Amazonas  e norte de Rondônia é que acumulam os maiores volumes de chuva, chegando a 100 milímetros até o dia 25.

 

Região Nordeste

Nessa época do ano, dois sistemas costuma atuar no Nordeste: o Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que favorecem a ocorrência de chuva em áreas diferentes da Região. No entanto, essa chuva não é volumosa. Não é chuva suficiente para encharcar o solo nem para subir o nível dos reservatórios, e deve ficar concentrada na parte leste e norte da Região. O sertão e as áreas do interior devem permanecer sob a influência do ar quente e seco.

 

Região Centro-Oeste

Todo o ar quente e úmido proveniente da Amazônia é trazido para o Centro-Oeste pelos ventos. Por isso as pancadas de chuva também serão frequentes na Região, porém mal distribuídas. Algumas áreas do norte de Mato Grosso e leste de Mato Grosso do Sul podem acumular quase 100 milímetros, então o Pantanal tem chuvas mais rápidas e isoladas.

 

Região Sudeste

O Sudeste normalmente tem a mesma situação meteorológica do Centro-Oeste. O fluxo de ventos que vem da Amazônia

traz ar quente e úmido para a Região, o que forma nuvens carregadas principalmente entre São Paulo e Minas Gerais. Mas essa semana também teremos a massa de ar seco do Nordeste descendo um pouco em direção a Minas e ao Espírito Santo. Por isso a chuva será localizada e pontual, com possíveis temporais de verão em São Paulo, oeste e sul de Minas e áreas de serra entre MG, ES e RJ.

 

Região Sul

Semana de alerta para o Rio Grande do Sul, principalmente a região oeste do Estado. Áreas de baixa pressão se formam com facilidade e são reforçadas pela passagem de duas frentes frias, mas apenas uma avança pelo Estado na quinta-feira. O oeste gaúcho pode acumular mais de 200 milímetros de chuva entre os dias 22 e 24, volume extremamente alto para o período, que pode acarretar em alagamentos e transbordamentos. As regiões da Campanha e Central devem ter chuva acima de 100 milímetros. Todas as outras áreas do Sul também tem chuva frequente, principalmente nos dias 24 e 25, com a entrada dessa frente fria, e o acumulado de chuva deve variar entre 70 e 100 milímetros.