Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasil tem mais temporais nesta quarta

26/01/2016 às 23:03
por Josélia Pegorim

Quase todo o Brasil tem atualmente grande disponibilidade de umidade no ar e de calor, que são os ingredientes mais importantes para a formação das grandes nuvens que provocam temporais.

Violentas tempestades que ocorreram na tarde e noite da terça-feira, 26, podem voltar a ser repetir nesta quarta-feira. O risco de temporais é maior no decorrer da tarde e à noite, depois que o ar está mais aquecido. Uma frente fria chega ao litoral de São Paulo, o que vai ajudar a formar mais nuvens carregadas sobre este estado e também em regiões próximas como centro-sul do Rio de Janeiro e o sul de Minas Gerais. Nuvens muito carregadas crescem sobre Paraguai e avançam para parte do Sul do Brasil e para Mato Grosso do Sul podendo atingir São Paulo.

No Norte e em parte do Nordeste, as nuvens de temporais crescem por causa do calor e da umidade da umidade elevada.

Na imagem de satélite da noite de 26 de janeiro, as áreas dentro dos círculos amarelos eram as únicas que estavam com poucas nuvens. Mesmo assim, no centro-sul do Rio Grande do Sul choveu em grande parte do dia.

 

 

 

Confira alguns volumes de chuva elevados e rajadas de vento que ocorreram em 26/1/16, pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia

Rajadas de vento

Curitibanos (SC): 105 km/h, às 15h

Itaquiraí (MS): 103 km/h, às 16h

Marechal Cândido Rondon (PR): 83 km/h, às 15h e 16h

Ituporanga (SC): 82 km/h, às 16h e 17h

 

Chuva volumosa

Rio Pardo de Minas (MG): 41,2 mm, entre 21h e 22h

Santa Rita de Cássia (BA): 31,2 mm, entre 21h e 22h

Águas Emendadas (DF): 50,0 mm, entre 20h e 22h

Sinop (MT): 50,0 mm entre 14h e 16h

Vilhena (RO): 32,0 mm entre 16h e 22h

Bom Jesus do Piauí (PI): 35,0mm entre 16h e 18h

Santa Rosa (RS): 45,0 m entre 8h e 15h

Passo Fundo (RS): 43,2 mm entre 12h e 17h