Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ainda tem risco de temporal no RJ

17/02/2016 às 12:04
por Josélia Pegorim

Após o temporal de ontem, o Grande Rio amanheceu a quarta-feira com muita nebulosidade, mas sem chuva. Porém, isto não significa que o risco de chuva forte está descartado. O calor que está por todo o Sudeste do Brasil vai estimular a formação de novas áreas de nuvens carregadas sobre o estado do Rio de Janeiro e também sobre São Paulo e o centro-sul de Minas Gerais. Como aconteceu ontem, parte das áreas de chuva que se formam nestes dois estados vão para o Rio de Janeiro levadas pelos ventos que sopram do interior do continente para o mar.

 

 

Atmosfera quente e baixa pressão

Sem a entrada de ar polar sobre o Sudeste há vários dias, a atmosfera tem estado muito quente sobre por toda a Região e isto não mudar nos próximos 10 dias. Algumas frentes frias vão passar pelo litoral da Região Sul do Brasil, mas seu ar polar será deslocado para alto-mar, se afastando do Brasil e sem chegar ao Sudeste.

O ar sobre todo o estado do Rio de Janeiro, e sobre o Sudeste de forma geral, vai continuar quente e o excesso de calor armazenado é um dos principais fatores para o desenvolvimento das nuvens que provocam temporal.

 

 

Outro fator que vai manter alto o risco de fortes pancadas de chuva sobre o Grande Rio, e outras áreas do estado do Rio de Janeiro, especialmente a região serrana e o sul fluminense, é a persistência de uma área de baixa pressão atmosférica no mar, perto do litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. A baixa pressão força a concentração da umidade e do calor, o que facilita a formação de grandes nuvens.

 

Mais calor no fim de semana

Por causa da nebulosidade e da chuva mais frequente, a temperatura não atinge valores extremos até a sexta-feira. A sensação será sempre de calor. Porém, o calor tende a aumentar no fim de semana, com a expectativa de diminuição da nebulosidade, e os termômetros voltam a se aproximar dos 40°C.