Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

SP cada vez mais abaixo de 10°C

08/06/2016 às 14:21
por Josélia Pegorim

O frio está apenas começando e quem não se dá bem com as baixas temperaturas vai sofrer com tempo pelo menos por mais uma semana. Os paulistas devem se preparar para muito mais frio do que se sentiu na manhã desta quarta-feira, 8 de junho.

A nova dose de ar polar apenas começou fazer efeito em São Paulo. Vai esfriar ainda mais até a terça-feira da próxima semana. O ar polar que já está sobre São Paulo será reforçado, como em todo o centro-sul do Brasil, fazendo a temperatura baixar ainda mais. As próximas madrugadas serão geladas no estado de São Paulo e vários recordes de frio serão batidos. A Grande São Paulo, e a maioria das regiões do interior e até o litoral,  vão experimentar o frio de temperatura abaixo dos 10°C ao amanhecer por vários consecutivos. As cidades próximas do Paraná devem ter temperaturas entre 0°C e 6°C.

 

Menos de 10°C na capital paulista

Na cidade de São Paulo, oficialmente a temperatura mínima nesta quarta-feira, 8, foi de 10,2°C pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona norte. Mas no aeroporto Campo de Marte, também na zona norte, a temperatura chegou aos 9°C.

Nos próximos dias, São Paulo terá sucessivos recordes de frio. A menor temperatura em 2016 por enquanto é 9,5°C em 24 de maio.

A forte atuação do ar polar reduziu drasticamente o nível de umidade no ar, a nebulosidade e trouxe o sol e o céu azul.  Na região do Campo de Marte, a umidade relativa do ar às 13 horas de 8 de junho estava em 37%. No mesmo horário, no dia 7, a umidade relativa do ar era de 82%.

Confira os locais no interior e litoral onde a temperatura ficou abaixo dos 10°C em 8 de junho.

 

 

 

Geada

Agricultores do sudoeste, sul e leste do estado, incluindo a região da Grande São Paulo, de Sorocaba, de Campinas, cidades do Vale do Paraíba e da serra da Mantiqueira devem ficar muito atentos para o frio intenso nos próximos dias, pois o risco de geada aumenta cada vez mais até a segunda-feira, 13 de junho.

Para os dias 9 e 10 de junho, a possibilidade de geada é considerada para o sul de São Paulo e para a serra da Mantiqueira. No dia 11, o risco é apenas para o sul do estado. Mas nos dias 12 e 13 de junho, que deve ser os dias com frio mais intenso, o risco de geada aumenta e é considerado para todo o sudoeste, sul e leste de São Paulo.

Este ano, o sul de São Paulo já registrou geada três vezes. A imagem é de Guapiara, na onda de frio do fim de abril.