Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva enfraquece no Grande Rio

07/11/2016 às 17:29
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/11/2016 às 19:22

Áreas de instabilidade que já estavam desde cedo sobre a Região Sudeste se intensificaram com o calor e nuvens carregadas se desenvolveram sobre várias áreas de Minas Gerais, sobre o Grande Rio e na região do Vale do Paraíba, em São Paulo. Parte da nebulosidade de São Paulo e de Minas Gerais avançou para o estado do Rio de Janeiro levando fortes pancadas de chuva para o estado.

Na animação de imagens de satélite, as nuvens mais carregadas aparecem em tons de azul.

 

 

Na imagem do radar meteorológico do Pico do Couto, operado pela Aeronáutica, as manchas vermelhas representam chuva forte. O tom de rosa indica chuva muito forte e com potencial para granizo.

 

 

A chuva forte avançou sobre São Gonçalo, atravessou a  baía da Guanabara e atingiu a região do aeroporto Santos Dumont onde choveu forte pouco antes das 19h30. Uma rajada de vento chegou aos 74 km/h.

A chuva caiu forte no fim da tarde desta segunda-feira também em outros locais da cidade do Rio.

Pela medição do Alerta Rio - Prefeitura do Rio de Janeiro, entre 17h35 e 18h35​ choveu 22,6 mm na região da Urca e 21,0 mm na av. Brasil/Mendanha

 

Nuvens muito carregadas passaram sobre a região de Seropédica e provocaram chuva forte. O INMET registrou uma rajada de vento com 84 km/h, às 17 horas.

No Forte de Copacabana, o INMET registrou uma rajada de 61 km/h às 18h.

 

 

 As áreas de instabilidade começaram a enfraquecer sobre o Grande Rio por volta das 18h30 e não há mais risco de temporal nesta noite. Mas algumas fortes pancadas ainda podem ocorrer na Região Serrana e no Sul Fluminense.

Para esta terça-feira, a previsão é de um dia úmido e abafado no estado do Rio de Janeiro, com pancadas de chuva e raios à tarde e à noite. O dia pode amanhecer com muitas nuvens, mas o sol aparece já pela manhã.

Confira a temperatura e a chuva para esta semana na cidade do Rio de Janeiro

 Acompanhe a chuva pelo radar meteorológico do Sumaré operado pelo Sistema Alerta Rio - Prefeitura do Rio de Janeiro