Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Acumulado de chuva bate recorde na América Central

20/10/2011 às 17:09
por Redação

De a
cordo com o ministro do meio ambiente de El Salvador, Herman Rosa Chávez, a quantidade de água acumulada pela chuva no país já supera os 1200 mm e representa um recorde, uma vez que o índice nunca tinha sido registrado anteriormente. As chuvas fortes e constantes que atingiram a América Central provocaram a morte de 80 pessoas sendo 32 em El Salvador, 29 na Guatemala, 13 em Honduras e 8 na Nicarágua. Na Costa Rica e no Panamá, apesar de não ter registrado vítimas fatais, foram os países que registraram mais danos materiais e onde mais moradores tiveram que ser evacuados. No total de todos os países mais de 190 mil pessoas foram afetadas. O volume provocado pelas chuvas superou o de 1998, com a passagem do furacão Mitch. Centenas de casas foram destruídas e os países contam com ajuda humanitária da ONU e de outros países. O presidente da Guatemala, Álvaro Colom decretou estado de calamidade pública e o país já acolhe mais de 5.500 pessoas em abrigos públicos. Em Honduras, o número de desabrigados passa de 7 mil e na Nicarágua, o alerta preventivo foi mantido em 12 estados e o acesso a algumas regiões segue comprometido. As chuvas começaram dia 10 decorrentes de uma depressão tropical no Pacífico e além dos problemas nas ruas, estradas e pontes, as chuvas causaram prejuízos nas colheitas e os agronegócios como a exportação de legumes, sementes e café. De acordo com especialistas e ambientalistas, a América Central é uma das áreas mais vulneráveis do mundo e os últimos 11 fenômenos naturais provocaram prejuízo de mais de R$24 milhões na região.