Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ar seco no Sudeste e no Centro-Oeste/Muita chuva no Sul

17/05/2010 às 13:28
por Josélia Pegorim

Esta
terça-feira será marcada por grandes contrastes térmicos de umidade no Brasil. Na maioria das áreas do Sudeste, em Goiás e no Distrito Federal, o ar fica seco demais e os índices de umidade podem baixar para níveis de alerta, pelos padrões da Organização Mundial da Saúde. Esta situação é caracterizada por valores menores ou iguais a 12%. Por volta das 13 horas desta segunda-feira, os níveis de umidade no Triângulo Mineiro e eram muito preocupantes, pois se aproximavam da situação de emergência. O aeroporto de Uberaba registrava 16% de umidade relativa e o aeroporto de Uberlândia estava com 17% de umidade no ar. Em Brasília, na tarde do domingo, o nível de umidade no ar baixou para 14%, na região do aeroporto local. O centro-sul de Goiás, incluindo a região de Goiânia, e o Triângulo Mineiro, poderão ter pancadas de chuva na próxima quarta-feira, por conta da passagem de uma frente fria. Em Brasília, há possibilidade de alguma chuva só na quinta-feira. Mas mesmo que chova, o aumento dos níveis de umidade no ar vai durar poucos dias. Após a chuva, o ar polar ganha força novamente sobre o centro-sul do Brasil e os índices de umidade do ar voltam a baixar rapidamente. No Sul do Brasil, a situação é preocupante por conta do risco de chuvas e ventos fortes. Uma nova frente fria, associada a um ciclone extratropical, se organiza sobre a Região e provoca muita chuva nesta terça-feira. Até a quarta-feira, muitas localidades vão acumular quantidades de chuva entre 50 e 100 milímetros. As rajadas de vento podem superar os 80 km/h. Os maiores volumes de chuva são esperados para o Rio Grande do Sul e para Santa Catarina, estados que já sofreram na semana passada com deslizamentos de terra e alagamentos, por conta da chuva volumosa. Junto com a chuva, uma forte massa polar entra no Sul do Brasil e provoca muito frio nos próximos dias.