Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasília: calor recorde para janeiro desde 2006

19/01/2015 às 23:11
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">A semana começou com recordes de calor em várias capitais brasileiras. Nesta segunda-feira, foram registrados novos recordes para São Paulo e para Brasília. Em São Paulo, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou impressionantes 36,5°C na tarde desta segunda-feira. É uma temperatura extremamente elevada para a capital paulista em qualquer época: - mais alta temperatura de 2015 até o dia 19 - quarta maior temperatura para um dia de janeiro desde 1943 - sexta maior temperatura já registrada na cidade desde 1943 A maior temperatura já registrada pelo Inmet em São Paulo foi de 37,8°C em 17 de outubro de 2014 Recorde de calor em Brasília A forte massa de ar quente que vem influenciando o Brasil nos últimos dias também deixa a região de Brasília numa situação atípica para esta época. Um dia de janeiro em Brasília é cheio de nuvens e a chuva ai mais de uma vez por dia. A região do Distrito Federal passou o dia 19 de janeiro de 2015 com céu quase todo azul, como  se fosse um dia de começo de primavera: tarde quente e ensolarada. Com o sol forte desde cedo e sem chuva, a temperatura subiu muito. De acordo com o INMET a temperatura máxima na capital chegou a 31,7°C, a mais alta de 2015 até agora. Os brasilienses certamente estranharam tanto calor assim em janeiro. Foi a temperatura mais alta em Brasília para um dia deste mês desde o ano de 2006, quando fez 31,8°C em 24 de janeiro. Recorde de calor em São Luis e em Recife Nuvens carregadas provocaram chuva forte no interior do Maranha, mas no litoral, apesar da nebulosidade, não choveu. Na capital, São Luis, a madrugada e a tarde de 19 de janeiro de 2015 foram as mais quentes do ano até agora. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura mínima de 26,1°C e máxima de 33,9°C. Recife, capital de Pernambuco, bateu o recorde de maior temperatura do ano pelo segundo dia consecutivo. A temperatura máxima nesta segunda-feira foi de 31,4°C igualando o recorde do domingo, 18 de janeiro. Ar polar à vista A semana começou fervendo no centro-sul do Brasil, mas vai terminar fresca com a entrada do ar polar que vai ajudar a baixar a temperatura. Uma grande frente fria chega ao Brasil associada com uma massa polar que terá força para enfraquecer a massa quente e seca que vem predominando sobre o país. Esta nova frente fria vai ajudar a formar mais nuvens e estimular a ocorrência de chuva inclusive na Região Sudeste. Confira a previsão de chuva para o Brasil para os próximos 15 dias     A meteorologista Josélia Pegorim explica a queda da temperatura nos próximos dias  Está difícil acertar a roupa para trabalhar  O que é a sensação térmica? As frentes frias estão mais fracas do que o normal Semelhanças e diferenças entre os bloqueios atmosféricos de 2015 e de 2014