Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasília tem novo recorde de frio para 2012

07/05/2012 às 11:13
por Josélia Pegorim

ong>Brasília tem novo recorde de frio para 2012   A madrugada desta segunda-feira foi a mais fria do ano até agora na região de Brasília. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou a temperatura mínima de 13,4ºC, mais de 2 graus abaixo do valor registrado no domingo, que foi de 15,6ºC. O recorde anterior de frio era de 14,4ºC, em 2 de maio. Em outras áreas do Distrito Federal fez até mais frio. A região de Águas Emendadas fez 12,3ºC. No ano passado, a menor temperatura registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia em Brasília foi de 11,1ºC, em 19 de junho. No mês de maio de 2011, o menor valor foi de 12,4ºC. Brasília, como todo o Centro-Oeste, está começando o período de estiagem do outono/inverno. Daqui até mais ou menos meados de setembro, a chuva raramente acontece.   Temperaturas amenas e tempo seco no Centro-Oeste   O tempo típico de outono começou a predominar na Região Centro-Oeste na semana passada. Além do sol forte e da ausência da chuva, as temperaturas amenas do amanhecer e a baixa umidade à tarde são características desta época do ano. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou nesta segunda-feira temperaturas mínimas em torno dos 15ºC em várias áreas de Mato Grosso. Em Comodoro fez 14,7ºC e em Alto Araguaia fez 15,5ºC. Itiquira registrou 15,8ºC e Alto Taquari teve temperatura mínima de 16,2ºC. Exceto Comodoro, que fica próxima da divisa com o sul de Rondônia, as demais cidades ficam no sudeste de Mato Grosso, próximas da divisa com o sul de Goiás. O friozinho ao amanhecer também foi sentido em Goiás, onde várias cidades registraram temperaturas mínimas entre 13ºC e 15ºC. A mais baixa, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, foi de 13,7ºC em Cristalina, no leste do Estado. Em Mato Grosso do Sul também ocorreram baixas temperaturas. A menor foi de 12,2ºC em Maracaju, 12,8ºC em Amambaí e 13ºC e, Bela Vista. Temperaturas como estas, e até mais baixas, são cada vez mais comuns no Centro-Oeste no decorrer do outono e no inverno. A baixa temperatura é resultado da passagem do ar polar sobre o Centro-Oeste, mas também do efeito de subsidência atmosférica que predomina nesta época sobre a Região. A subsidência (movimento de ar predominante de cima para baixo) traz o ar seco e mais frio dos altos níveis atmosféricos para níveis próximos da superfície. Isto faz com que o ar fique seco, com pouca umidade, o que inibe o crescimento de nuvens e a ocorrência de chuva. A falta de nuvens também durante a noite facilita a perda de calor pelo ar, que então se resfria de forma mais acentuada. Na tarde do domingo, os níveis de umidade ficaram entre 20% e 40% em grande parte do Centro-Oeste. Até a quinta-feira, o sol e o tempo seco predomina no Centro-Oeste. O extremo norte de Mato Grosso poderá ter algumas poucas pancadas de chuva à tarde.