Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mais um temporal em São Paulo em tarde mais quente do ano

12/01/2015 às 14:04
por Josélia Pegorim

Atualizado em 12/01/2015 às 18h17

Na tarde mais quente de 2015, até agora, São Paulo voltou a ter transtornos causados por temporais. As áreas de instabilidade já enfraqueceram e não há mais risco de novas tempestades esta noite.

Na tarde mais quente de 2015, até agora, São Paulo voltou a ter transtornos causados por temporais. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou recorde de calor pelo terceiro dia consecutivo. A temperatura máxima no Mirante de Santana, na zona norte, foi de 35,4°C. A rede de monitoramento de descargas elétricas Earth Network detectou 3832 raios somente sobre a cidade de São Paulo entre 15h e 17h55. Houve queda de granizo na zona sul. No aeroporto de Congonhas, a chuva voltou a cair forte, com granizo e rajadas de vento de 85 km/h, às 17 horas. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registraram 31 pontos de alagamento até 18 horas, sendo que 17 ainda eram intransitáveis.

Subprefeitura de Campo Limpo registrou o transbordamento do córrego Morro do S na altura da Av. Carlos Caldeira Filho com a rua Sebastião de Azevedo, a partir de 16h40. Choveu 45,8 mm sobre a região.

Subprefeitura de Ipiranga registrou o extravasamento do córrego Ipiranga na altura da Av. Prof. Abraão de Morais com a rua  Gal. Chagas Santos, a partir de 17h15. O SAISP registrou 45 mm sobre o córrego Ipiranga.

Durante a tarde de 12 de janeiro de 2015, os radares meteorológicos Climatempo-USP mostraram núcleos de chuva de moderada a forte intensidade nas regiões oeste, central, sul e leste da capital. Choveu forte também nos municípios do oeste da Grande São Paulo e da região do Grande ABC.

A chuva cai forte também em várias das zonas central e oeste já estão com chuva forte

  Recordes  de 2015 O calor intenso do fim de semana aumentou ainda mais o desconforto da população da Grande São Paulo, que entrou em 2015 sofrendo com os problemas da falta de água. Foi um fim de semana de recorde de calor. A cidade de São Paulo teve duplo recorde: a madrugada mais quente e a tarde mais quente de 2015 até agora. A madrugada do sábado, 10, foi a mais quente do ano, com temperatura mínima de 24,5°C. Na tarde do domingo, 11, a capital paulista teve a tarde mais quente do ano, até agora, com temperatura máxima de 34,7°C. As altas temperaturas foram registradas em todo o Estado de São Paulo. A falta de ar polar e o grande número de horas sol forte foram os principais fatores para o grande aquecimento do ar.     Semana quente O calor intenso vai testar a paciência do paulistano por mais alguns dias e ainda pode bater outro recorde esta semana. A maior possibilidade de novo recorde de calor será na tarde de quarta-feira, dia 14, com o termômetro se aproximadamente ainda mais dos 35°C Há previsão de algumas pancadas de chuva, mas que quando ocorrerem será em poucas áreas da capital e da Grande São Paulo. A chuva até alivia o calor momentaneamente, mas só o ar polar consegue baixar a temperatura e mantê-la em patamares normais. Até o fim da semana, não há expectativa de entrada de ar polar sobre São Paulo.   Bloqueio das frentes frias O ar polar das frentes frias está sendo bloqueado no centro-sul da Argentina e não tem conseguido chegar nem ao interior da Região Sul do Brasil. Este bloqueio está associado com a forte atuação do alta pressão subtropical do Atlântico Sul (ASAS) que se intensificou sobre o país na semana passada. Na quinta-feira, uma frente fria deve passar muito fraca na divisa de São Paulo com o Paraná, onde o calor também é intenso. Mas só há expectativa de que uma frente fria consiga avançar pelo litoral paulista após o dia 19 de janeiro.     O que é a ASAS? O bloqueio de janeiro de 2015 é o igual ao do verão de 2014, que gerou a seca que vivemos atualmente? Entenda o que é a sensação térmica  Ache a sua onda e a sua tribo no Climasurf Cuidados especiais com os alimentos em dias de forte calor