Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva deixa milhares de desabrigados no Sul do país

14/03/2011 às 10:22
por Redação

A ch
uva no sul do país provocou a morte de nove pessoas e mais de 23 mil pessoas continuam desabrigadas ou desalojadas. Deslizamentos, enxurradas e a interdição de vias estão atrapalhando o cotidiano da população. No litoral do Paraná, em Antonina, duas pessoas morreram por conta de um deslizamento de terra. O Corpo de Bombeiros só conseguiu acessar a cidade por meio de barcos e muitas áreas sofrem com a falta de água e energia elétrica. De acordo com a prefeitura, no domingo, dia 13, não tinha mais água mineral para abastecer a população. Em Morretes, uma pessoa segue desaparecida, e segundo o INMET – Instituto Nacional de Meteorologia, da meia noite até as 11 horas de hoje, dia 14, choveu um acumulado de 324,2 milímetros. Desde o começo de março até agora o índice total foi de 478,2 mm, sendo que a média para o mês é entre 250 e 300 mm. No entanto, os dois primeiros meses desse ano também tiveram índices acima da média, janeiro fechou com 369,8 mm e fevereiro com 343,2 mm. A chuva também prejudicou o fluxo nas rodovias principais, as BR – 277 e BR – 376 que ligam Curitiba ao litoral paranaense e a Santa Catarina ficaram totalmente interditadas durante a sexta-feira e o sábado. Santa Catarina também está sofrendo com a chuva desde o dia 10, mais de 500 mil pessoas já foram afetadas de alguma forma. Na Grande Florianópolis, choveu113 mm entre o sábado e o domingo, em Corupá, a 210 km da capital, foi decretado estado de calamidade pública e os municípios de Schroeder e Brusque decretaram estado de emergência, principalmente devido a ressaca do mar. No Rio Grande do Sul, a cidade de São Lourenço do Sul, localizado a 191 km de Porto Alegre, já registrou sete mortes em decorrência da chuva e mais de 350 desabrigados.