Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva e ventos fortes fecham o inverno

18/09/2009 às 15:30
por Josélia Pegorim

A pr
imavera começa na próxima terça-feira, 22 de setembro, às 18h18, pelo horário de Brasília. Fechando o inverno, uma frente fria avança para o Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, aumentando a nebulosidade e as condições de chuva e também aliviando o calor em muitas áreas destas regiões. Porém, o calor perto dos 40ºC que foi observado nos últimos dias no Centro-Oeste não é incomum no fim do inverno. Tecnicamente, setembro é o mês com maior média de temperaturas máximas nas capitais Brasília, Goiânia e Cuiabá, onde a temperatura chegou aos 40.1º C na terça-feira, dia 16, sendo o atual recorde de calor deste ano. A frente fria se formou entre o Sul do Brasil, o Paraguai, o Uruguai e a Argentina, associada a um ciclone extratropical que provocou ventos de 102 km/h na madrugada desta sexta-feira no Chuí, no extremo sul do Rio Grande do Sul. Os ventos vão continuar moderados a fortes no fim de semana em toda a costa sul do Brasil. Algumas rajadas ainda poderão ficar em torno dos 100 km/h no litoral do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina. Mas ventos fortes também devem ser observados nas demais áreas catarinenses, no Paraná e também no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. O Uruguai e a região de Buenos Aires também sentem os fortes ventos deste ciclone extratropical. A frente fria que está associada a este sistema cintinua provocando chuva na tarde e noite desta sexta-feira sobre Santa Catarina e Paraná.  O risco de chuvas e ventos fortes permanece  alto nos dois Estados até a noite. A região do vale do Itajaí já tinha chuvas moderadas e com raios no início da tarde. Em Curitiba, a chuva chegou com ventos fortes.  O aeroporto de Bacacheri registrou uma rajada de quase 43 km/h, às 14 horas. No Rio Grande do Sul, ainda se observava o céu completamente nublado por volta das 14 horas, mas a chuva já caía fraca ou mesmo tinha parado em várias áreas do Estado. Na tarde de hoje, as maiores condições de chuva são na serra e no litoral norte gaúcho. Porém, o Rio Grande do Sul é o Estado que mais sente os ventos fortes do ciclone extratropical e situação ainda é de alerta. A frente fria traz aumento de nuvens e fortes pancadas de chuva para este sábado no Estado de São Paulo, no Rio de Janeiro, no sul de Minas e também em Mato Grosso do Sul e para o Pantanal. O sábado ainda será abafado nestas áreas, mas a temperatura cai muito no domingo, ainda com predomínio de céu nublado e chuvas em São Paulo, no sul mineiro e no Rio de Janeiro. As nuvens pesadas se afastam do Sul do Brasil, mas ainda chove por quase toda a Região neste sábado. No domingo, a população da Região Sul vai sentir os ventos polares que derrubam a temperatura. Depois de toda a chuva, há condições para geada no interior gaúcho e catarinense.