Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva não dá trégua para o Sul

27/06/2014 às 14:33
por Aline Tochio

Desd
e a última terça-feira, 24, a região Sul do Brasil vem sendo atingida por fortes pancadas de chuva, que já trouxeram muitos problemas para a população. Conforme boletim emitido pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul, a chuva afetou cerca 1,6 mil pessoas, deixando 1.348 desalojadas e 245 desabrigadas. Em Santa Catarina, os municípios de Mondaí, Rio das Antas e Palmitos decretaram situação de emergência e pelo menos 18 famílias estão desabrigadas. Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia, praticamente toda a região Sul já ultrapassou a chuva que normalmente acontece no mês de junho. Várias áreas estão com acumulados altíssimos de chuva, principalmente as áreas entre o norte do Rio Grande do Sul e o centro do Paraná. O mapa abaixo mostra a chuva acumulada entre os dias 01 e 26 de junho.   Este outro mapa mostra a dimensão da chuva. A anomalia indica o quanto a chuva está acima (tons azuis) ou abaixo (tons amarelos) da média. Praticamente toda a Região está com chuva bem acima do normal.   Até agora, as cidades mais atingidas pelas chuvas desta semana estão localizadas no norte e noroeste do Rio Grande do Sul e nas regiões de serra entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No gráfico abaixo estão plotados os maiores acumulados de chuva registrados pelo INMET até a manhã do dia 27 de junho, em comparação com a média climatológica.     E a situação ainda é muito preocupante. Nos próximos dias ainda há previsão de mais chuva para o Sul. Neste sábado, um sistema de baixa pressão atmosférica que se formou entre o Paraguai e o Sul do Brasil vai avançar pela Região até chegar na costa de Santa Catarina, à noite. Este sistema ainda vai reforçar as nuvens que estão sobre o Sul e vai provocar chuva forte em praticamente todas as áreas. Os maiores volumes de chuva deste sábado devem acontecer na região serrana e litoral norte do Rio Grande do Sul, e no centro-leste de Santa Catarina e do Paraná, inclusive nas capitais Florianópolis e Curitiba. No domingo, essa baixa pressão se intensifica perto da costa gaúcha e a chuva forte acontece no litoral do Estado, na Grande Porto Alegre e na serra. O mapa abaixo mostra a previsão de chuva acumulada nos próximos 5 dias.   Além da chuvarada, a população deve se preparar para ventania. Esse sistema de baixa pressão atmosférica vai provocar ventos intensos no fim de semana no Sul. Na maioria das áreas as rajadas devem variar entre 50 e 70 km/h, mas nas áreas de serra, essas rajadas podem chegar a 90 km/h. Alerta enchente e deslizamento Devido ao excesso de chuva desde o começo de junho, os solos da região Sul estão encharcados e agora o risco de deslizamentos e queda de barreira é enorme. O nível de rios e barragens está muito elevado e o risco de novos transbordamentos e enchentes é alto. A situação é mais preocupante nas áreas entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Segundo informações do Epagri/Ciram, estão em condição de emergência para transbordamento os rios Passo Marombas em Curitibanos, Joaçaba, Coronel Passos Maia e Passo Pio X em Pinhalzinho. Esses rios são afluentes do rio Uruguai, que também já está com o nível muito elevado.   Leia também: Fim de semana de alerta total no Sul Alagamentos e deslizamentos de terra em SC Chuva vai aumentar sobre SC e PR
publicidade
publicidade

CIDADES RELACIONADAS

Florianópolis - SC

18°
min

23°
max

25mm / 60%

Porto Alegre - RS

18°
min

24°
max

8mm / 60%