Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Cinzas do Calbuco chegam ao sul de SP

25/04/2015 às 14:24
por Aline Tochio

Atualizado às 17h06 de 25/04/2015 Neste sábado, as cinzas do vulcão chileno Calbuco chegaram até o sul do Estado de São Paulo. Já durante a madrugada passaram por cima do Rio Grande do Sul e no fim da tarde estavam espalhadas sobre Santa Catarina e parte do Paraná, e chegaram também ao sul do Estado de São Paulo. Nas  imagens de satélite do Eumetsat é possível ver a pluma de cinzas em tons rosados (imagem das 16h00, horário de Brasília).  

Na região Sul do Brasil, as cinzas vulcânicas não chegaram a provocar redução de visibilidade nem cancelamento de voos nacionais. A pluma está bem alta na atmosfera e passa como se fosse uma camada de nuvens do tipo "cirrus", aquelas nuvens finas que deixam o céu esbranquiçado. Porém, com a fuligem, o céu ficou com um tom acinzentado.     As cinzas estão sendo transportadas entre níveis médios e altos da atmosfera, aproximadamente entre 06 e 10 km de altura. Nesses níveis os ventos são mais intensos e continuam transportando a pluma em direção ao oceano Atlântico. Neste domingo essa pluma já deve estar afastada do Brasil.   Veja também: Como as cinzas vulcânicas chegaram ao Brasil? Saiba um pouco sobre modelos de dispersão da pluma vulcânica Relembre notícias sobre o vulcão Puyehue que também trouxe cinzas vulcânicas para o Brasil Cinzas do Puyehue chegam a Austrália Vôos cancelados por causa das cinzas do Puyehue Cinzas do Puyehue chegam ao Rio Grande do Sul Cinzas do Puyehue sobre Buenos Aires e Montevideo