Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sol, calor e pouco vento para a Corrida da Ponte - domingo - 17 de abril

15/04/2011 às 18:42
por Josélia Pegorim

ong>Depois de 25 anos da sua última edição, a meia maratona que passa sobre a ponte Rio-Niterói acontece neste domingo, 17 se abril, com previsão de muito sol Tem muito chão! São 21 quilômetros e 400 metros atravessando a baía da Guanabara. A "Corrida da Ponte" é uma meia maratona que passa pelos mais de 13 km de extensão da ponte Rio-Niterói, que como o próprio nome indica, liga as cidades do Rio de Janeiro e Niterói, no Estado do Rio de Janeiro. A última edição da "Corrida da Ponte" aconteceu em 1986 e neste  domingo, 17 de abril, depois de 25 anos, será reeditada com a participação de 8 mil corredores de rua. É um grande desafio, pois além do preparo físico para vencer os mais de 20 km da corrida, alguns corredores podem até problemas de vertigem. No seu ponto mais alto, a ponte Rio-Niterói está a 72 metros acima do mar. Como acontece em outras corridas de rua, as condições do tempo interferem no desempenho dos corredores. Frio ou calor demais, a chuva, o sol forte e o nível de umidade no ar são algumas das condições meteorológicas que influenciam o desempenho de qualquer pessoa que pratique um esporte ao ar livre. Mas no caso da "Corrida da Ponte" o vento é um fator bastante importante. Pela posicionamento da ponte Rio-Niterói, os ventos do quadrante norte e sul, se forem fortes, podem até fechar o tráfego. Isto já aconteceu várias vezes. Os ventos do quadrante sul podem entrar muito fortes sobre a baía da Guanabara, com a passagem de uma frente fria intensa. Nesta edição da "Corrida da Ponte", os partipantes não terão problemas com a ventania.  Os vent0s entre nordeste e norte devem predominar durante o percurso, mas com fraca intensidade, não devendo superar os 15 km/h. O vento não será problema, mas os corredores terão de enfrentar o sol forte e temperatura já superando os 30ºC a partir das 10 horas da manhã. Boa sorte para todos e que a partir deste ano, a "Corrida da Ponte" entre de vez para o calendário de esportes do país. Ponte Rio-Niterói O nome oficial é ponte Presidente Costa e Silva. Sua construção teve início simbólico no começo de novembro de 1968, mas as obras só foram efetivamente iniciadas em janeiro de 1969. Essa monumental obra de engenharia foi entregue à população nos primeiros dias de março de 1974. Nesta época, foi considerada a segunda maior ponte do planeta, posto que sustentou até 1985, quando foi construída a ponte Penag, na Malásia. Mas ainda hoje, a ponte Rio-Niterói é a maior ponte em concreto protendido do Hemisfério Sul e a sexta maior do mundo.   Atualmente nem dá para imaginar mais como seria a vida, o dia a dia da população do Grande Rio e da Grande Niterói sem esta ponte, que virou "a ponte", sem a referência aos nomes da cidades que são ligadas por ela. Antes da construção da ponte Rio-Niterói, as pessoas iam de uma cidade para a outra pelas barcas de passageiros e de automóveis que ainda hoje cruzam a baía da Guanabara. O transporte desta forma é mais lento e limitado nos horários, mas hoje há grandes congestionamentos sobre a ponte Rio-Niterói, especialmente em época de fins de semana prolongados, pois é ela que leva também para locais muito procurados, como as praias da Região dos Lagos, onde estão Cabo Frio e Búzios. A ponte Rio-Niterói tem 13,29 km, sendo que 8,83 km são sobre o mar. Em seu ponto mais elevado, o vão está a 72 metros acima do mar.