Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Dia ensolarado e ar parado pioram a qualidade do ar no Estado de São Paulo

03/05/2010 às 11:49
por Josélia Pegorim

A qu
alidade do ar pode piorar no Estado de São Paulo nesta segunda-feira, com o ar parado e a pouca nebulosidade, que vai garantir mais um dia com muitas horas de sol forte. A falta de ventos aumenta a concentração de poeira no ar, o que tecnicamente é chamado de partículas inaláveis, e de outros materiais que tendem a ficar suspensos no ar e que são prejudiciais à saúde. A grande insolação (horas de sol) é o principal fator meteorológico que gera o aumento da concentração do ozônio. Este elemento químico existe naturalmente no ar que respiramos, mas só é prejudicial ao ser humano quando a quantidade fica acima de alguns padrões. Neste domingo, a Cesteb - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo - considerou a qualidade do ar regular em praticamente toda a Grande São Paulo e muitas áreas do interior paulista onde há medição regular da concentração de poluentes. Tanto na Grande São Paulo como no interior, o poluente mais registrado ontem foi justamente o ozônio, mas as concentrações medidas ainda não estavam acima dos limites da legislação ambiental. Dentre outros fatores, o ozônio causa ardência nos olhos e aumenta o cansaço. O aumento das pequenas partículas sólidas e inaláveis pelo ser humano prejudicam as vias respiratórias aumentando a incidência de tosses secas e outros problemas respiratórios, principalmente em pessoas que já possuem problemas. Não há condições para chuva no Estado de São Paulo nesta segunda-feira. A partir de amanhã, a aproximação de áreas de instabilidade que hoje estão entrando no Sul do Brasil, poderão trazer algumas pancadas de chuva para cidades paulistas próximas da divisa com o Paraná. Mas a chance de chuva na Grande São Paulo ainda é baixa.