Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Duas frentes frias, calor demais e mais temporais

12/01/2010 às 07:00
por Josélia Pegorim

Depo
is do calor de 40°C na tarde de ontem, e pelo segundo dia consecutivo, os cariocas tiveram outra madrugada muito quente e abafada. Às 6 horas, a temperatura na região do aeroporto Tom Jobim, na zona norte do Rio, era de 28°C. O aeroporto Santos Dumont, na zona central, também estava com 28°C. Pancadas de chuva ocorreram ontem à noite em poucas áreas da zona oeste  da cidade. Hoje também podem ocorrer algumas pancadas de chuva, a partir do fim da tarde, mas que terão pouco efeito no alívio do calor. Já em São Paulo, depois mais um temporal no fim da tarde e na noite de ontem, a terça-feira amanheceu menos quente. Às 6 horas, o Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, registrava 20°C, 3 graus a menos do que ontem. O aeroporto de Congonhas, na zona sul, estava com 22°C, às 6 horas. Ontem, no mesmo horário, a temperatura era de 24°C. São Paulo teve ontem a madrugada mais quente de 2010 e também deste verão, que começou em 21 de dezembro. Segundo do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima no Mirante de Santana foi de 23,1°C. Foi o valor de mínima mais alto desde o dia 15 de novembro. O excesso de calor vem sendo observado no centro-sul do Brasil, de forma geral,  mas não só porque é verão, uma estação naturalmente quente.  As massas polares estão avançando muito fracas e pequenas sobre a Argentina, sen força suficiente para espalhar o ar polar sobre o centro-sul do Brasil.  no fim da semana passada houve um resfriamento acentuado apenas na fonteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, quando temperaturas em torno de 11°C foram obervadas em algumas cidades gaúchas. Mas o Rio Grande do Sul aqueceu rapidamente na sexta-feira passada e continua quente hoje. Às 6 horas desta terça-feira,  a temperatura em Porto Alegre estava em torno de 23°C. Uruguaiana, na fronteira com a Argentina, estava com 25°C. A ciurculação de ventos sobre o centro-sul da América do Sul está gerando um bloqueio, impedindo a penetração do ar polar mais intenso. Este padrão deve ser quebrado até o fim da semana, com a entrada de uma massa polar moderada que ainda está retida no Oceano Pacífico, na costa do Chile. Hoje, o Brasil continua quente demais. Uma atmosfera muito aquecida facilita a ocorrência de temporais. Uma frente fria está avançando para o Rio Grande do Sul, que deve ter fortes pancadas de chuva a partir da tarde. Outra frente fria está passando pelo litoral de São Paulo. Mesmo fraca, sem ar polar suficiente para diminuir o calorão, a passagem desta frente fria colabora para que São Paulo tenha novos temporais a partir da tarde e também vai facilitar a ocorrência de algumas pancadas de chuva sobre o  Rio de Janeiro. Juntar calor demais e uma frente fria, não costuma dar um casamento harmonioso.