Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

El Nino atrasa a chuva em Manaus

01/12/2009 às 11:54
por Josélia Pegorim

Enqu
anto o Sul do Brasil sofre com os temporais, no extremo norte do país o problema é a seca causada pela falta de chuva regular nos últimos meses. Na região de Manaus, o baixo nível das águas do rio Negro começa a comprometer a navegação. Segundo a avaliação do Serviço Geológico do Brasil, responsável pelo monitoramento do nível dos rios no Amazonas, na segunda-feira, o nível do rio Negro em Manaus estava em 16 metros, valor considerado de emergência. O baixo nível das águas causa transtornos a população de vários municípios do norte do Amazonas, já que todo o transporte e o deslocamento das pessoas é feita sobre os rios. Em cada região do país, os rios sempre passam por um período de cheia e outro de seca, de acordo com época de chuva volumosa. No caso de Manaus e de todo o norte do Amazonas, o período de chuva regular vai de dezembro a maio, com o pico nos meses de fevereiro, março e abril. O período de junho a novembro é considerado de seca, quando as pancadas de chuva são escassas e em muitos dias nem chove. A diminuição da nebulosidade e da chuva faz com que o número de horas de sol forte aumente e as temperaturas ficam muito elevadas, alcançando os 36ºC facilmente. Manaus está saindo do seu período normal de seca e a vazante do rio Negro é comum nesta época. O volume de chuva em Manaus ficou muito abaixo da média de julho até outubro. Chover pouco nestes meses é normal, porém este ano, o fenômeno El Nino ajudou a diminuir ainda mais a freqüência das pancadas de chuva na época de seca. A situação melhorou em novembro. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o mês de novembro terminou com aproximadamente 132 milímetros acumulados em Manaus, apenas 28% abaixo da média. Porém, a chuva caiu toda em 4 dias quando choveu forte. Normalmente, as pancadas de chuva voltam a ficar freqüentes no norte do Amazonas durante o mês de dezembro. Mas com a influência negativa do El Nino, a tendência é de que chova menos do que o normal na região de Manaus. Em Janeiro, a chuva mais volumosa começa a voltar, mas ainda de forma irregular.