Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Feriadão de recordes de frio

01/05/2012 às 22:07
por Josélia Pegorim

 
A grande e forte massa polar que entrou no Brasil no feriado prolongado de Primeiro de Maio confirmou a previsão climática elaborada pela Climatempo, de que o primeiro resfriamento realmente intenso do outono/inverno aconteceria na virada de abril para maio. Com a passagem desta massa polar espera-se uma profunda mudança nos padrões atmosféricos, estabelecendo o início da época de seca no Sudeste, no Centro-Oeste e também na parte sul da Região Norte. Como também era esperado, muitos novos recordes de frio ocorreram durante o feriado prolongado de Primeiro de Maio. As temperaturas observadas  em áreas do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte nesta terça-feira, 1 de maio, foram as mais baixas no Brasil até agora. Os recordes abaixo conferem com as medições feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia.   Porto Alegre: bateu no recorde de menor temperatura máxima no feriadãoo. Os recordes atuais ocorreram em 25 de abril: mínima de 8,4ºC e  máxima de 18ºC, em 1 de maio Florianópolis: bateu duas vezes no feriadão o recorde de menor mínima. Recordes atuais: mínima de 8,2ºC (1 de maio)/ menor máxima: 19,8ºC, 26 e 28 de abril. Curitiba estabeleceu o novo recorde de frio para 2012 neste Primeiro de Maio: mínima de 4,9ºC. A menor máxima foi de 16ºC, em 28 de abril, sábado passado. A temperatura de 1,76ºC negativos registrada nesta terça-feira em Urubici, na serra catarinense, é a menor do Brasil neste ano, na medição do Instituto Nacional de Meteorologia.   O amanhecer deste Primeiro de Maio foi o mais frio do ano até agora no Estado de São Paulo. Em regiões normalmente muito quentes como Presidente Prudente fez 7,6ºC. Na cidade de São Paulo, a menor temperatura do ano ocorreu nesta terça-feira: 11,4ºC no Mirante de Santana, na zona norte, segundo o Inmet. A USP mediu 10,7ºC na medição na zona sul. A tarde desta terá-feira foi a mais fria com temperatura máxima de 18,7ºC no Mirante de Santana. O Rio de Janeiro teve duplo recorde de frio no feriado do Dia do Trabalho: a menor temperatura mínima da madrugada que foi de 15,4ºC, no Alto da Boa Vista, e a tarde mais fria, com a temperatura máxima de 21,7ºC na Marambaia. A madrugada desta terça-feira também pode ser considerada a mais fria em áreas do Triângulo Mineiro.   Recordes de frio no Centro-Oeste e Norte   Esta grande massa polar que invadiu o Brasil neste feriado levou o ar frio até para o Acre, sul do Amazonas e norte de Mato Grosso. No Acre, a madrugada deste Primeiro de Maio foi a mais fria do ano. Na capital, Rio Branco, a mínima foi de 17,6ºC. O recorde anterior era de 19,3ºC em 29 de março. Em Porto Velho, capital de Rondônia, a temperatura mínima nesta terça-feira foi de 19,9ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, e foi a menor do ano até agora. O frio intenso foi sentido no centro-sul e oeste de Mato Grosso e Cuiabá, a capital do Estado, registrou recorde de frio. A temperatura mínima hoje foi de 15ºC. O recorde anterior era de 18,4ºC, em 29 de março. O frio também foi recorde no centro-sul de Goiás. Em Goiânia, a temperatura mínima neste feriado foi de 15ºC. A menor anterior era de 17,2ºC, em 20 de fevereiro. O frio deste feriado foi recorde do ano em Mato Grosso do Sul. Na capital Campo Grande, a temperatura mínima foi de 8,5ºC.