Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Forte queda da pressão do ar traz temporais para o Sul

20/10/2012 às 10:55
por Josélia Pegorim

 
Um dos indicadores de tempestades é a queda acentuada da pressão atmosférica. De forma geral, em qualquer lugar do planeta, quando o barômetros (aparelho que mede a pressão atmosférica) fica em torno dos 1000 hPa, ou abaixo deste valor, é sinal de mau tempo. Um meteorologista triplica sua atenção, pois as leis e os conceitos da Física que ele estudou dizem que uma pressão do ar tão baixa assim é um “motor” para ventos intensos e o desenvolvimento de grandes  nuvens, que podem provocar tempestades. É esta situação que está sendo esperada nas próximas 48 horas, para uma grande área que abrange o Sul do Brasil, o Paraguai, o Uruguai e a parte norte da Argentina. A partir deste domingo deve ocorrer uma acentuada queda da pressão atmosférica. Entre o domingo e a segunda-feira, a previsão é de uma frontogênese (formação de frente fria) e uma ciclogênese (formação de um ciclone, no caso extratropical). O alerta é para temporais com muita chuva, rajadas de vento que podem superar 80 km/h, mesmo sem a chuva e queda da granizo. Até a segunda-feira, a maioria das áreas do Sul vai receber grande volume de chuva e há risco de alagamentos.