Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria avança para SP, MS e RJ

18/09/2009 às 21:03
por Josélia Pegorim

Depo
is de provocar chuva generalizada no Sul do Brasil, as pancadas de chuva de uma frente fria já acontecem nos Estados de São Paulo e de Mato Grosso do Sul. A capital, Campo Grande, teve rajadas de quase 54 km/h na tarde desta sexta-feira.  Os dois Estados estão sujeitos a chuva e ventos fortes neste sábado, por conta do deslocamento da frente fria, que vai encontrar um ar bastante aquecido. A temperatura na tarde de hoje chegou aos 37ºCem São Simão e a 35ºC em Ribeirão Preto, ambas no norte de São Paulo. O choque térmico acentuado colabora para a formação de nuvens pesadas. Nesta situação, há risco também de queda de granizo. O centro-sul do Estado, incluindo a cidade do Rio de Janeiro, localidades do sul de Minas Gerais, do Triângul0 e da Zona da Mata  Mineira também vão sentir a aproximação da frente fria na tarde e noite deste sábado.  O ar fica bastante abafado e a chuva pode ser forte e acompanhada de ventos intensos. Alguns dados da chuva e dos ventos no Sul do País A frente fria que avançou pelo Sul do Brasil nesta sexta-feira provocou chuvas constantes, por vezes fortes, em quase toda a Região. No Rio Grande do Sul, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou grandes volumes acumulados entre quinta e sexta-feira. Passo Fundo: 65,8 mm São Luiz Gonzaga, 46,7 mm Santana do Livramento: 46,4 mm Bom Jesus: 43,4 mm (o total de chuva acumulado até ontem já era o dobro da média normal para setembro) Bagé: 41,2 mm Em Santa Catarina, os maiores volumes de chuva, até o início da manhã, ocorreram na serra a no planalto. Choveu 39,2 mm em São Joaquim e 24 mm em Campos Novos.  No decorrer da manhã, a chuva caiu forte em Novo Horizonte, no oeste catarinense. Foram acumulados cerca de 75 mm de chuva, praticamente tudo entre 8 horas e meio-dia. Ainda no oeste catarinense foram acumulados, até o começo da noite,  33 mm em São Miguel do Oeste e 35 mm em Xanxerê, que teve rajadas de vento de 77 km/h. No fim da manhã e à tarde, a chuva se intensificou no vale do Itajaí e na parte norte do Estado. No Paraná, as nuvens carregadas da frente fria já cobriam a região de Curitiba no início da tarde. Além da chuva, rajadas de vento com 42 km/h foram detectadas no aeroporto de Bacacheri. Em Clevelândia, o vento chegou aos 72 km/h e foram registrados 32 mm, até o início da noite desta sexta-feira. Ciclone extratropical Ventos passam de 100 km/h no Rio Grande do Sul O ciclone extratropical que formou nas últimas 24 horas entre o Rio Grande do Sul e a região do estuário do rio da Prata e provocou ventos 102 km/h em Chuí, no extremo sul do Rio Grande do Sul. A medição foi da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia - Inmet. Outras localidades gaúchas também sentiram os fortes ventos deste sistema. Em Mostardas, o vento chegou a 83km/h. Em Tramandaí, foram observados rajadas de vento de 71 km/h. O ciclone também induz o aumento da velocidade do vento em Santa Catarina. No cabo de Santa Marta, na região do litoral sul catarinense, uma rajada chegou aos 86 km/h, entre 2 e 3 horas da tarde de hoje. ciclone_19set2009 Os ventos vão continuar moderados a fortes no fim de semana na costa sul do Brasil, pois o ciclone extratropical ainda estará se movimentando entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai. As rajadas podem atingir valores em torno de 100 km/h no litoral da Região Sul.  O mar fica agitado e as ondas poderão chegar aos 2 metros em praias do Rio Grande de Sul e de Santa Catarina. Pode ventar forte no fim de semana também no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. Confira nesta seção a imagem do halo solar que pode ser visto em São Paulo no fim da manhã de hoje.