Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria provocou chuva volumosa no Centro-Oeste e Sudeste do Brasil

10/06/2011 às 14:25
por Josélia Pegorim

A gr
ande frente fria que avançou pelo Brasil neste final de semana provocou chuva em muitas áreas do Sudeste e do Centro-Oeste, que normalmente são muito secas nesta época do ano. Junho está dentre os meses mais secos nas duas Regiões. Durante o outono e o inverno, é comum  que a maioria das áreas do Sudeste e do Centro-Oeste tenham muitos dias consecutivos de sol, sem chuva e com baixa umidade do ar. Chover em junho é coisa rara, mas ao mesmo tempo é quase uma dádiva do céu, pois a chuva aumenta a umidade e baixa a poeira que fica suspensa no ar, que prejudica a saúde humana. Em várias áreas de Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso choveu de 20 a 40 milímetros na passagem desta frente fria. Para esta época do ano, estes volumes se igualam ou até superam as quantidades médias de chuva normalmente observadas em junho. Em Goiânia, a quantidade de chuva que ocorreu na noite de quinta-feira, 9 de junho e em parte da sexta-feira, dia 10, superou a média normal para junho. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 15,2 milímetros de chuva sobre a cidade e a média normal para junho é de 9,5 milímetros. Em Belo Horizonte, a chuva normal para todo o mês de junho caiu na noite de quinta-feira. A capital mineira teve 14,2 milímetros de chuva e a média para junho é de 14,1 milímetros. Até Brasília teve um pouco de chuva por conta desta frente fria. Choveu pouco mais de 2 milímetros, na medição do Instituto Nacional de Meteorologia. É pouco, mas é melhor do que passar o mês inteiro na secura. Junho é o mês mais seco do ano em Brasília, com média de 8,8 milímetros. Na cidade de São Paulo, a soma da chuva de terça e de quinta-feira superou a média para o mês. O total acumulado foi de quase 60 milímetros e a média de chuva para junho fica em torno dos 52 milímetros. Neste sábado, a frente fria ainda terá força para provocar chuvas em parte de Mato Grosso, de Goiás, no Distrito Federal, na parte norte de Minas Gerais e sobre o Espírito Santo. Para o domingo, a expectativa é de que não chova mais. Depois da chuva, o ar polar entra forte no Sudeste e no Centro-Oeste causando queda da temperatura. O fim de semana será marcado pelo frio especialmente no Sudeste.