Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frio congelante da Argentina avança para o Brasil

21/07/2013 às 18:46
por Josélia Pegorim

A forte e grande onda de frio que deve chegar ao Brasil nos próximos dias já está congelando a Argentina. Províncias da Patagônia, na parte sul da Argentina, ficaram extremamente frias  neste domingo. Na capital portenha, Buenos Aires, a temperatura neste domingo variou de aproximadamente 1ºC a 7ºC. O aeroporto de Rio Gallegos registrou até 6ºC abaixo de zero e Rio Grande, na Terra do Fogo, 7ºC negativos. O sábado foi marcado por pancadas de chuva e de neve em Bariloche. Às 10 horas da manhã do domingo, o aeroporto local marcava 7ºC negativos. A neve caiu forte no sábado na região de Esquel. A cidade de Mendoza teve forte queda de neve na madrugada deste domingo, que deixou as ruas e estradas escorregadias, o que provocou acidentes. O jornal Diario Uno divulgou que nevou também na região de Las Heras, Guaymallén, Godoy Cruz, Maipú e Luján.  Veja algumas imagens da nevada na região de Mendonza, tiradas do site do Diário Uno

Leitores do jornal La Nacion informaram a queda de neve em Chilecito, na provincia de La Rioja. Uma leitora enviou um video da queda da neve em 25 de Mayo, na província de Buenos Aires.

O túnel Cristo Redentor, que corta a Cordilheira dos Andes e é a principal ligação terrestre entre a Argentina e o Chile, deve ficar fechado também nesta segunda-feira, devido ao grande acúmulo de neve no lado chileno e também do lado argentino, que é a região de Mendoza.

O site do Serviço Nacional de Meteorologia da Argentina está com alerta da intensa onda de frio por todo o país. Esta grande e forte onda de frio avança para o Brasil no decorrer desta semana devendo causar temperaturas muito baixas no Sul, em muitas áreas do Sudeste, do Centro-Oeste e do Norte do Brasil. A neve deve ocorrer no Sul nesta segunda e também na terça-feira. Na quarta-fieira e na quinta-feira, a geada deve ser forte no Sul e deve ocorrer também em áreas de Mato Grosso do Sul e de São Paulo.