Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Litoral de SP debaixo de muita água: Frente fria provocou chuvas intensas e risco de deslizamento é alto

26/12/2011 às 14:30
por Fabiana Weykamp

ong>Litoral de SP debaixo dágua Frente fria provocou chuvas intensas e risco de deslizamentos é alto A passagem de uma frente fria pelo litoral de São Paulo causou uma severa mudança no tempo. Depois do sol forte e o calor de 35ºC na semana antes do Natal, a frente fria espalhou nuvens pesadas por todo o litoral paulista que provocaram muita chuva. Os volumes acumulados em 24 horas superam os 100 milímetros, o que gerou alagamentos e transbordamento de rios e córregos Segundo dados da Defesa Civil, em 24 horas, entre 10 horas do domingo, 25 de dezembro, e 10 horas desta segunda-feira, dia 26, choveu 177,8 milímetros sobre Santos. Em três dias, desde as primeiras pancadas de chuva da tarde do sábado até o meio da manhã desta segunda-feira, o acumulado chegava aos 198,4 milímetros. Em Ubatuba, no litoral norte, o volume chuva foi ainda maior. A Defesa Civil mediu 229 milímetros em 24 horas, entre 10 horas do domingo e 10 horas de 26 de dezembro. O total acumulado desde a tarde do sábado até metade da manhã desta segunda-feira estava em 241 milímetros. Em Iguape, no litoral sul paulista, entre 19 horas de sábado e 9 horas da manhã desta segunda-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 112 mm de chuva acumulada. Estes volumes de chuva que caíram sobre o litoral de São Paulo são muito elevados e preocupantes, pois deixam as encostas encharcadas e o risco de deslizamentos de terra, de queda de barreira na Serra do Mar é elevado. A situação nos próximos dias é de alerta porque ainda teremos mais chuva, embora a chuva não seja mais constante como foi de domingo para a segunda-feira. A frente fria que provocou a mudança no tempo no fim de semana do Natal já está no Rio de Janeiro, mas vai ficar quase parada nesta posição nos próximos dias, alimentando áreas de instabilidade também sobre São Paulo. O litoral de São Paulo volta a ter várias horas com sol e elevação da temperatura a partir de quarta-feira, mas as pancadas de chuva não podem ser descartadas complemente. Elas vão acontecer a partir da tarde, com menor freqüência, mas podem ser fortes e causar problemas onde caírem. Tempo menos instável no Ano Novo A análise inicial para o tempo nas festas de Ano Novo indica o enfraquecimento das áreas de instabilidade atuais. Assim, a tendência é de que a chuva e a quantidade de nuvens diminuam nos próximos dias no litoral de São Paulo. Na previsão inicial é de que na noite do dia 31 de dezembro e na madrugada do dia 1 de janeiro de 2012, as praias paulistas tenham muitas nuvens e condições para chuva fraca a moderada. A chuva não deve ser persistente, mas não pode ser completamente descartada a ocorrência de chuvas rápidas em várias cidades.