Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva forte para o Sul e Sudeste

07/03/2015 às 08:44
por Alexandre Nascimento

Desd
e o meio da semana passada os modelos numéricos de previsão do tempo têm indicado a formação de um sistema de baixa pressão entre a costa do Sudeste e do Sul para o início desta semana.   As últimas rodadas dos modelos numéricos de previsão do tempo ainda indicam a formação desse sistema. Ele deve se formar no mar, perto da costa do Rio de de São Paulo a partir da noite deste domingo (posição A da figura abaixo) e depois se deslocando para a costa do Paraná, de Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Ele não avançará para dentro do continente, como ocorreu com o furacão Catarina em 2004. A "baixa fecha" a partir da noite de domingo, dia 08 de março, e se desloca em direção à costa do Sul a partir da terça-feira, chegando perto do litoral norte gaúcho na próxima quinta-feira, dia 12 de março. No dia 15 (posição Z), estará em alto-mar e perderá força. Segundo as simulações do modelo americano GFS (figura abaixo), esse sistema deve ser batizado de ciclone subtropical por não estar associado a nenhum sistema frontal e por apresentar núcleo quente, como podemos verificar na imagem abaixo. Vamos continuar acompanhando. Ciclones tropicais, como os furacões e tufões, os ciclones subtropicais e os ciclones extratropicais são todos sistemas de baixa pressão. A diferença está em sua característica térmica e localização de formação. No entanto, em todos os casos estão associados à ocorrência de tempo severo (chuva e ventos de forte intensidade e grande agitação marítima). A faixa litorânea, desde São Paulo até o norte do Rio Grande do Sul poderá ter ventos fortes nos próximos dias, mas a chuva mais intensa deste fenômeno deve ocorrer em alto-mar. O que está se formando perto da costa do Brasil possivelmente será batizado de ciclone subtropical e se isso se confirmar já existe até nome: Cari - nome em Tupi Guarani (A Marinha do Brasil possui uma lista com nomes em ordem alfabética para batizar os sistemas tropicais e subtropicais que se formarem na área marítima do Atlântico Sul sob responsabilidade do Brasil).