Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mecanismo de chuva intensa na Baixada Santista (SP)

08/04/2013 às 03:59
por Paulo

Chuv
a que começou em torno de 22h na Baixada Santista ganhou força entre 23h e meia-noite, com intensidade de superior a 10mm em 10 minutos. O volume acumulado em pouco mais de 3 horas e meia alcançou, segundo as medições do SAISP, 106,8mm no posto pluviométrico localizado na cidade de Cubatão. Estas chuvas ocorreram praticamente sem atividade elétrica. Os postos próximos também registraram volume significativo de chuva neste mesmo período: 56,6mm no sul de São Bernardo do Campo, 46,8mm na regiáo de encosta junto a Serra do Mar, e 45,2mm no posto de Cosipa, mais a leste da cidade de Cubatão e ao norte de Santos. Os radares meteorológicos indicaram posteriormente gradual diminuição de chuva nestas áreas, mas intensificando em pontos isolados do município de Bertioga e em todo o centro-sul de São Bernardo do Campo. Uma possível explicação para esta chuva de excepcional intensidade, em condições estratiforme de nuvens (e não convectiva) é o mecanismo conhecido como seeder-feeder ou semeador-alimentador. Neste mecanismo, gotas de chuva originárias de nuvens de níveis médios da atmosfera (Altocumulus) precipitam sobre outra camada de nuvens, estratiforme, próximo a superfície em condições de alta concentração de umidade, potencializando a chuva.