Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

MG: frente fria provoca temporais no fim do inverno

22/09/2012 às 14:18
por Josélia Pegorim

A ú
ltima noite do inverno foi marcada por temporais em várias áreas do Estado de Minas Gerais. Uma frente fria entrou com força no Estado na sexta-feira, 21 de setembro, espalhando nuvens pesadas que provocaram chuva forte, com muitos raios e rajadas de vento de quase 100 km/h. A Grande Belo Horizonte também sentiu a virada no tempo com a chegada da frente fria. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, rajadas de vento de 52 a 64 km/h ocorreram na região na noite de sexta-feira, durante o temporal. O acumulado de chuva foi baixo, ficando entre 7 e 10 milímetros. Na Pampulha choveu 8 milímetros.   Ventos de quase 100 km/h   A passagem das nuvens carregadas da frente fria provocou fortíssimas rajadas de vento. Em São João Del Rei, o Inmet registrou uma rajada de 99 km/h, às 20 horas de sexta-feira. Pouco depois, às 22 horas, uma rajada alcançou 91 km/h em Juiz de Fora. Na região de Conceição das Alagoas, Muriaé, Varginha e Ituiutaba, as rajadas mais intensas alcançaram 72 km/h. Chuva volumosa Além da ventania, choveu forte em várias áreas de Minas Gerais, que como a maior parte do Brasil também enfrentava uma estiagem prolongada, mas que é comum todos os anos. Entre 9 horas da sexta-feira, dia 21, e 9 horas do sábado, 22 de setembro, choveu 54 milímetros em Machado, no sul de Minas Gerais. A média normal de chuva em setembro fica em torno dos 74 milímetros. No mesmo período choveu 37 milímetros em Juiz de Fora, 26 milímetros em São Lourenço, 19 milímetros em Itamarandiba e 17 milímetros em Unaí. Previsão de mais chuva As pancadas de chuva vão continuar por quase todas as regiões de Minas Gerais nos próximos dias. O norte mineiro, o vale do rio Doce e o Jequitinhonha voltam a secar na segunda e na terça-feira, mas a chuva retorna a estas áreas no fim da semana que vem. A Grande Belo Horizonte e as outras regiões de Minas terão mais pancadas de chuva nos próximos dias. O risco de novos temporais aumenta a partir da tarde de terça-feira quando uma nova frente fria estará avançando sobre o Sudeste do Brasil.