Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Minas Gerais entra em 2012 em alerta para muita chuva

02/01/2012 às 10:41
por Josélia Pegorim

Mina
s Gerais entra em 2012 em alerta para muita chuva A chuva não deu trégua a Minas Gerais em dezembro de 2011 e continua volumosa neste início de 2012. Só no período entre 9 horas do domingo e 9 horas desta segunda-feira, 2 de janeiro, a região da Grande Belo Horizonte e a zona da mata mineira receberam mais de 80 milímetros de chuva. Neste período, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 156 milímetros em Muriaé e 102 milímetros em Ouro Branco. Na Grande Belo Horizonte choveu 85 milímetros sobre Ibirité e 78 milímetros na região de Formiga. Na capital mineira, a região da Pampulha acumulou mais 89 milímetros de chuva. Em São José del Rei choveu 83 milímetros entre 9 horas do domingo e 9 horas desta segunda-feira, 81 milímetros em Barbacena e Sacramento. Na região de Maria da Fé, no sul mineiro, choveu 63 milímetros. Todos estes volumes de chuva são tecnicamente bastante elevados. É muita água que caiu sobre terrenos que já estavam encharcados, devido ao excesso de chuva que vem sendo observado desde outubro. Assim, o risco de deslizamentos de terra é extremamente alto. Rios e córregos também continuam sujeitos a transbordamentos, porque em muitos casos o nível de segurança já foi ultrapassado com a chuvas volumosas de outubro a dezembro. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a região central de Belo Horizonte recebeu aproximadamente 720 milímetros de chuva durante o mês de dezembro de 2011, sendo que a média normal é de 319 milímetros. Choveu mais do dobro do normal. Esta primeira semana de 2012 será crítica e preocupante para Minas Gerais. A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) se organizou sobre o Brasil e nos próximos dias vai manter uma grande quantidade de nuvens e chuva sobre Minas Gerais. Apesar da expectativa de períodos com sol a partir desta terça-feira para a maioria das regiões de Minas Gerais, inclusive para Belo Horizonte, a chuva ainda será freqüente e volumosa, principalmente à tarde e à noite.