Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Nuvens só de um lado da serra?

01/09/2014 às 06:25
por Paulo

Na a
proximação da última frente fria, imagem de satélite mostra formação de nuvem somente de um lado da Serra da Mantiqueira, na fronteira entre os estados de São Paulo e de Minas Gerais, e da Serra dos Órgãos, no estado do Rio de Janeiro. A imagem inferior mostra o sistema  frontal sobre o estado de Santa Catarina. Na imagem superior, a mancha urbana de São Paulo está localizada no canto inferior esquerdo. Ao sul da Serra dos Órgãos, está a Baía do Guanabara. Quando uma frente fria se aproxima, o vento de quadrante norte sopra sobre uma ampla região pré-frontal, incluindo neste  estado de Minas Gerais. O vento soprando de norte n o sul de Minas Gerais e é forçado a subir a serra, o ar esfria e a condensação do vapor d'água provoca a formação de nuvens. O fluxo de ar, atravessa e tende a descer serra abaixo, mas aí ocorre o aquecimento, que é mais intenso quando vapor de água é deixado para trás, criando condição agora desfavorável a formação de nuvens. Assim, de um lado da serra onde o vento sobe (o termo é "a barlavento") temos a formação de nuvens e de outro lado que o vento desce (o termo é "a sotavento"), a ausência de nuvens, que esta imagem de satélite captou. Este contraste foi possível somente porque havia quantidade de vapor suficiente para condensar, com o vento pré-frontal soprando na direção certa. Esta frente fria foi bem atípica, formado a partir de uma linha de instabilidade no Rio Grande do Sul e que avançou rapidamente para os estados mais ao norte. O contraste de umidade e de temperatura foi muito grande, provocando pancadas de chuva e vento forte. O sistema avança hoje pelo estado do Rio de Janeiro, mantendo condições para chuva no sul e leste de São Paulo, sul e Zona da Mata mineira e estado do Rio de Janeiro. Novas áreas de nstabilidade sobre o Paraná.