Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

O que provocou o nevoeiro em Curitiba?

20/01/2014 às 08:45
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">Pelo terceiro dia consecutivo, aeroportos da Grande Curitiba registraram nevoeiro que deixou a visibilidade bastante reduzida. Nesta segunda-feira, o aeroporto Bacacheri chegou a ficar com apenas de 50 metros de visibilidade nas pistas, por volta das 7 horas. No aeroporto internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, a pior situação aconteceu no fim de semana. No sábado, 18, o nevoeiro persistiu das 2h40 até 9h20 da manhã. No domingo, o nevoeiro foi observado entre 6 e 9 horas. Nesta segunda-feira, o fenômeno voltou a se observado, porém em menor intensidade e duração. Às 8 horas, a visibilidade era de 2000 metros. Subsidência e resfriamento do ar. O efeito de subsidência gerado por um sistema de alta pressão explica o nevoeiro atípico na Grande Curitiba. O sistema de alta pressão ganhou força sobre o Sul do Brasil no fim de semana e forçou um movimento do ar de cima para baixo. Isto fez com que o ar perto da superfície se resfriasse mais rapidamente deixando a temperatura baixa. No sábado, 18, Curitiba teve a menor temperatura do ano até agora, com 15,4°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Tecnicamente, o fenômeno pode se formar em qualquer lugar e em qualquer época do ano, sendo bastante comum na região de Curitiba especialmente no outono-inverno e no começo da primavera. Mas o verão é ocorrência do nevoeiro é pouco comum. Aquecimento A tendência é de aumento de temperatura sobre Curitiba nos próximos dias. O sistema de alta pressão enfraquece e as madrugadas também vão ficar mais quentes, dificultando a formação do nevoeiro. Pancadas de chuva são esperas das a partir da tarde desta terça-feira.