Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Porto Alegre registra a menor temperatura de 2010

28/04/2010 às 11:13
por Josélia Pegorim

O am
anhecer desta quarta-feira foi o mais frio do ano em Porto Alegre. A temperatura mínima no bairro do Jardim Botânico foi de 8,6ºC, conforme a medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Esta foi a menor temperatura em abril desde 2008, quando a capital gaúcha registrou 8,2ºC. A forte queda da temperatura em Porto Alegre foi provocada por uma massa de ar polar que está tendo influência em todo o Sul do Brasil. O frio foi sentido em todos os Estados e provocou geada fraca em Pelotas, no sul do Rio Grande do Sul, onde a temperatura mínima foi de 6,2ºC. Mas a menor temperatura desta quarta-feira no Rio Grande do Sul ocorreu na região de São José dos Ausentes, na serra gaúcha, onde o frio chegou aos 4,7ºC, também com geada ao amanhecer. Em Quarai, na fronteira com o Uruguai, a mínima foi de 5,3ºC. Em Santa Catarina, geou fraco em São Joaquim, no alto da serra de Santa Catarina, onde a mínima foi de 7ºC. A menor temperatura no estado foi em Urubici, na região serrana, que teve temperatura mínima de 5,6ºC e geada ao amanhecer. Em Florianópolis, a mínima foi de 16,9ºC. Esfriou também no Paraná. Em General Carneiro, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima nesta quarta-feira foi de 6,9ºC. Em Curitiba, a menor temperatura desta quarta-feira foi de 14,5ºC. A partir desta quinta-feira, tendência é de elevação da temperatura no Sul do Brasil com o aumento a nebulosidade e o afastamento do ar polar. Mas o Rio Grande do Sul ainda vai amanhecer frio, com temperaturas próximas dos 10ºC. Na fronteira com o Uruguai, ainda pode ocorrer alguma geada fraca, sem risco para a agricultura. A elevação dos termômetros será mais sentida no Paraná e em Santa Catarina.

Frio evita a chuva forte

A passagem do ar polar sobre o Sul do Brasil veio em boa hora para evitar a formação de nuvens carregadas e a ocorrência de chuvas fortes. Sol predominou na terça-feira e não choveu. Nesta quarta-feira, houve um grande aumento da nebulosidade sobre o Paraná e quase todo o Estado poderá ter chuvas fracas nesta quinta-feira. Não há risco de chuvas intensas e ventania, como ocorreu no início desta semana. A região do vale do Itajaí também poderá ter chuva leve nesta quinta-feira. O sol e o tempo seco devem predominar na sexta-feira e no sábado em todo o Sul do país. Várias áreas dos três Estados podem amanhecer com má visibilidade, por conta da formação do nevoeiro. O fenômeno poderá ocorrer também nas capitais Curitiba e Porto Alegre.

Risco de chuva aumenta a partir do domingo

A partir da tarde do domingo, as condições do tempo voltam a ser de atenção no Sul do Brasil. Há vários dias, as análises meteorológicas indicam o deslocamento de uma área de baixa pressão atmosférica, do norte da Argentina para o Sul do Brasil. Este tipo de sistema normalmente facilita o crescimento de nuvens carregadas. A previsão é de que volte a chover a partir da tarde do domingo em localidades a oeste dos três estados, próximas das fronteiras com o Paraguai e Argentina. Entre a tarde do domingo e a noite de segunda-feira, 3 de maio, pode voltar a chover forte sobre o Rio Grande do Sul, no planalto e no oeste de Santa Catarina e no oeste e sul do Paraná. Porém, por enquanto, não há expectativa de que a chuva seja tão volumosa como ocorreu entre os dias 21 e 26 de abril.