Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Novo ciclone extratropical em formação

23/09/2009 às 15:44
por Josélia Pegorim

Vent
os fortes foram observados nesta quarta-feira e vários estados brasileiros. Em Corumbá, em Mato Grosso do Sul, as rajadas chegaram os 54 km/h, provocadas por uma nova massa polar que está entrando no Estado. No Paraná, a ventania veio de nuvens pesadas que passaram sobre o Estado. Em Goioerê, o vento chegou aos 81 km/h na madrugada. Em Joaquim Távora foram registrados ventos de 71 km/h no começo da manhã. Em Santa Catarina, as rajadas do vento frio polar chegaram aos 55 km/h em Chapecó, no oeste do Estado. E em Porto Alegre, a quarta-feira foi marcada pelo tempo chuvoso e o vento também ficou forte a partir da tarde. As rajadas chegaram a quase 45 km/h. Em Florianópolis, uma rajada chegou aos 57 km/h, às 17 horas. Tanto na capital catarinense quanto na gaúcha, o aumento da velocidade do vento está associado a formação de um novo ciclone extratropical. No Estado de São Paulo, o vento de noroeste ganhou força por conta da aproximação de uma frente fria e nuvens de chuva forte também provocaram ventania. Até as 15 horas, as rajadas tinham chegado aos 67 km/h na zona sul da capital paulista. O aeroporto de Guarulhos registrou ventos de 57 km/h, às 11 horas da manhã. O vento forte derrubou árvores em áreas da capital paulista e destelhou uma escola em Santo André, no ABC paulista. Na região de Campinas, o aeroporto de Viracopos registrou rajadas de 74 km/h. No litoral paulista, o vento chegou a 59 km/h no Guarujá. Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, rajadas de 61 km/h foram observadas às 17 horas, por conta de nuvens pesadas que passavam sobre a região. Ventos fortes também ocorreram no litoral sul da Bahia. Em Porto Seguro, as rajadas chegaram a 52 km/h. ngt1 Nesta quinta-feira, fortes rajadas de vento ainda serão observados em muitas áreas do país. O novo ciclone extratropical provoca ventania na Região Sul. As rajadas podem superar os 80 km/h nas áreas litorâneas, na Grande Porto Alegre e nas serras gaúcha e catarinense. Mas este ciclone também vai forçar o aumento dos ventos no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. Os ventos frios de uma nova massa polar podem ser fortes no interior da Região Sul, sobre o Mato Grosso do Sul, no centro-oeste e sul de Mato Grosso, incluindo Cuiabá, em São Paulo. Ventos fortes também podem ocorrer nesta quinta-feira em áreas de Minas Gerais, do Espírito Santo, do Rio de Janeiro, Goiás, no norte de Mato Grosso, no Distrito Federal, em nos Estados da região Norte, por conta de nuvens carregadas que se formam por conta do calor e da alta umidade do ar.