Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ressaca na costa do Sul e do Sudeste do Brasil

28/05/2011 às 09:34
por Andre Madeira

Asso
ciado à frente fria que avança para a costa do Sudeste temos a atuação de um ciclone extratropical em alto-mar, ao largo da costa do Rio Grande do Sul. Este sistema provoca vento intenso sobre o oceano o que forma as ondas que neste fim de semana deixam  o mar agitado, com previsão de ressaca na costa do Sul e do Sudeste do Brasil. Nas praias do Sul, o mar sobe neste sábado quando a altura das ondas fica por volta de 4 metros à noite nas praias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, com previsão de ressaca. O mar fica bem agitado, também com ressaca nas praias do Paraná com ondas chegando a 3 metros e altura também à noite. Em mar aberto, ao largo da costa gaúcha e catarinense, a altura das ondas fica entre 5 e 6 metros de altura. No domingo, a agitação marítima persiste na costa paranaense e norte catarinense, com ondas em torno de 3 metros de altura. Nas demais áreas costeiras de Santa Catarina e no litoral do Rio Grande do Sul, o mar fica ainda mais agitado, com ondas por volta de quatro metros e meio. Há previsão de ressaca em toda a costa do Sul. Em Mar aberto a agitação marítima se mantém, com ondas chegando a seis metros de altura. Nas praias do Sudeste, a agitação marítima também aumenta durante este sábado, com ondas por volta de até dois metros e meio à noite nas praias de São Paulo e do Rio de Janeiro. No domingo a agitação marítima aumenta de forma significativa. Há previsão de ressaca, com ondas chegando a quatro metros e meio no litoral do Rio de Janeiro e a 3 metros e meio nas praias de São Paulo. O mar sobe também nas demais áreas litorâneas do Rio de Janeiro e na costa do Espírito Santo, com ondas chegando a 3 metros e meio de altura. Também com previsão de ressaca nesta faixa litorânea. Em mar aberto, ao largo da costa de São Paulo e do Rio de Janeiro, o mar fica muito agitado com ondas chegando a 6 metros de altura. Na segunda-feira, ainda há risco de ressaca, apesar da altura das ondas já diminuir. A partir de terça-feira o mar baixa de forma mais significativa.