Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Rio de Janeiro e os estragos causados pelas chuvas

10/01/2012 às 15:03
por Redação

Em S
apucaia, na divisa do Rio de Janeiro com Minas Gerais, ao menos 13 pessoas morreram depois de um deslizamento de terra, no distrito de Jamapará, que aconteceu ontem. A Defesa Civil localizou cinco corpos  e esse número ainda deve aumentar pois há informações que uma família inteira foi soterrada dentro de um fusca, quando tentava se proteger do deslizamento. Além disso, mais de 30 casas estão em risco e devem ser evacuadas, os moradores estão sendo encaminhados a uma escola municipal, localizada a 2 km do local do desabamento, que está servindo de abrigo. A prefeitura encaminhou o pedido de decreto de situação de emergência, bombeiros e soldados do exército continuam nas buscas. Aproximadamente,  12,8 mil pessoas tiveram que deixar suas casas nas regiões norte e noroeste do Rio por causa das enchentes provocadas pelas chuvas.  No município de Cardoso Moreira, 3.974 pessoas estão desalojadas e outras 910 desabrigadas. Ontem, um dique que continha o Córrego da Onça rompeu, alagando a localidade de Outeiro. Em Itaperuna, Italva e Laje do Muriaé foram registrados mais de 100mm de chuvas entre domingo e segunda-feira. Apenas em Itaperuna, 3 mil pessoas ficaram desalojadas e mais de 106 desabrigadas. Em Petrópolis, a situação também está crítica, a cidade registrou 467 ocorrências causadas pela chuva desde o dia 1º deste ano, felizmente não há registro de vítimas.  A Defesa Civil recebeu 467 chamados, 343 casos foram emergências e 124 foram ações preventivas, além disso, 33 residências foram interditadas.  Nas últimas 24 horas, o maior volume de precipitação registrado ocorreu no distrito de Posse, com 139 mm. Petrópolis continua em estado de atenção, em função do acumulado de chuva e da previsão de pancadas de precipitação.