Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Rio Grande do Sul e Santa Catarina entram no inverno com frio e geada

21/06/2010 às 12:43
por Josélia Pegorim

Uma
nova massa polar forte entrou no Sul do Brasil e derrubou de novo a temperatura em quase toda a Região. Ao amanhecer desta segunda-feira, poucas horas do início oficial do inverno, às 8h28 pelo horário de Brasília,  o frio era mais intenso foi sentido no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura no Rio Grande do Sul foi de 0,5ºC, em Cambará do Sul. Em Porto Alegre, esfriou muito de novo e a temperatura mínima foi de 7,6ºC. Em Santa Catarina, a menor temperatura no Estado foi de 2,5º C em Lages, no planalto catarinense. Na capital Florianópolis, a temperatura mínima nesta segunda-feira foi de 11,5ºC. No Paraná, a temperatura também caiu em relação ao fim de semana, mas não foi tão intenso como nos demais Estados do Sul. O primeiro dia do inverno foi marcado pelo tempo chuvoso em Curitiba, no litoral e em grande parte do interior paranaense. Só o norte do Estado ainda teve sol e até um pouco de calor. Com o frio intenso no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, várias localidades dos dois Estados amanheceram com a geada, que é o congelamento do orvalho sobre alguma superfície. Esta camada de gelo que se forma sobre as plantas e sobre os carros é derretida ao poucos quando o calor do sol. É nesse momento que ocorrem os maiores danos, com a queima das folhas e até da seiva das plantas. Depois de várias geadas, os pastos ficam bastante prejudicados. A pintura dos carros em geral também sofre danos. Para evitar o problema, é preciso retirar rapidamente a camada de gelo, jogando água, por exemplo.

Risco de geada forte no RS e em SC

O risco de geada ao amanhecer desta terça-feira, 22 de junho, é muito alto em todo o Rio Grande do Sul, no sul, na serra, planalto e oeste de Santa Catarina. Desta vez, pode gear com moderada a forte intensidade em muitas localidades. O centro da nova massa polar, que é a região mais fria, vai passar sobre áreas gaúchas e catarinenses no decorrer desta terça-feira. Só isto já faz com que o resfriamento seja mais intenso do que o desta segunda-feira. A passagem do centro-polar também dissipa praticamente toda a nebulosidade. Outro fator que vai contribuir para que o frio seja intenso e prolongado nos dois estados, é que a noite será muito longa. Em Porto Alegre, por exemplo, o sol estará surgindo no horizonte só às 7h22. Em cidades na fronteira com o Uruguai, o sol vai nascer até um pouco mais tarde. Para o Paraná, a chance de geada ao amanhecer desta terça-feira é muito pequena, pois a nebulosidade que já está sobre o Estado deve persistir. A camada de noite durante a noite evita o resfriamento acentuado e assim a temperatura não cai o suficiente para que haja a formação da geada.

Porto Alegre pode ter novo recorde de frio nesta 3ª feira

O outono já deu recordes de frio para 2010 em todo o Sul do Brasil, mas que devem ser superados ao amanhecer desta terça-feira em muitas áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Em Porto Alegre, a menor temperatura deste ano foi de 6,9ºC, no dia 10 de junho. Em Florianópolis, o recorde de frio de 2010 ocorreu no dia 6, com mínima de 8,7ºC. Em Curitiba, a menor temperatura deste ano, até agora, foi de 3,9ºC, no dia 7 de junho. Dentre as capitais do Sul do Brasil, um novo recorde frio é esperado só em Porto Alegre, que poderá amanhecer com 4ºC e geada.