Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo ainda terá mais chuva nesta quinta-feira

25/02/2015 às 21:52
por Josélia Pegorim

Não choveu tudo ainda. São Paulo ainda não está livre de temporais. Nesta quinta-feira, a chegada de uma frente fria ao litoral paulista cai ajudar a formar mais nuvens carregadas sobre a Grande São Paulo, que devem provocar novos temporais. Não é possível dizer, com um dia de antecedência, onde a chuva cairá mais forte, em qual parte da cidade. Mas diante do que ocorreu nesta quarta-feira, mesmo que não chova tão forte, vários transtornos devem se repetir. O ar quente e úmido que já está espalhado por todo o Estado de São Paulo e a chegada da frente fria, mesmo fraca, com pouca queda da temperatura, vão se juntar para formar mais chuva. Há previsão de mais pancadas de chuva para a sexta-feira e para o fim de semana, com sensação de abafamento, mesmo com a entrada de ventos frescos polares.   Chuva enfraquecendo Por vota das 21 horas, os radares Climatemo-USP ainda detectavam chuva quase que generalizada sobre a cidade de São Paulo, mas em geral com fraca intensidade. A chuva caía moderada na zona sul e sudoeste.     Segundo SAISP – Sistema de Alerta e Inundações do Estado de São Paulo, o nível do rio Tietê continuava a baixar, porém vários trechos ainda estavam na cota de alerta ou de atenção.   Mais de 100 mm de chuva O verão de 2015 vem dando temporais a São Paulo desde o seu início. As pancadas de chuva frequentes fizeram com que o nível dos rios e córregos que cortam a cidade fosse se elevando pouco a pouco. Com nível alto e solos molhados, um temporal no fim de fevereiro pode causar enchentes e outros transtornos do que no início de janeiro, quando ainda não havia muita chuva acumulada. No fim de fevereiro, os estragos podem ser grandes mesmo se a chuva não for tão intensa. A chuva desta quarta-feira foi intensa em áreas das zonas leste, sudeste e centro da capital deixando acumulados acima dos 100 mm. Ainda que a média de chuva não seja a mesma para todas as áreas da cidade, apenas para comparação, a média de chuva para fevereiro no Mirante de Santana, na zona norte da capital, fica em torno dos 220 mm. Em algumas áreas da capital, choveu em uma tarde mais ou menos metade do que normalmente choveria durante todo o mês de fevereiro. Pelas medições do SAISP – Sistema de Alerta e Inundações do Estado de São Paulo – até 20h40, o acumulado de chuva sobre o rio Tamanduateí, na altura do viaduto Pacheco Chaves onde houve extravasamento, chegava aos 110,4 mm. Em outro ponto do rio, na região de São Caetano, o acumulado até 20h40 era de 107,8 mm. No mesmo período, choveu 111,6 mm sobre o córrego Oratório, na Vila Prudente. O córrego Ipiranga recebeu 108,2 mm de chuva até 20h40 e também transbordou durante a tarde de 25 de fevereiro.  Mais de 300o raios A tempestade desta quarta-feira descarregou mais de 300o raios sobre São Paulo. A maior concentração foi entre o centro, a região de Diadema e São Caetano e a zona leste. A rede de monitoramento de descargas elétricas Earth Network registrou 3658 raios desde o início da tarde até por volta das 17 horas.  

Como o calor prejudica a sua saúde? Sol e chuva pode dar em arco-íris. Sabe como se forma este fenômeno? Já fotografou o tempo hoje?