Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo pode ter novo recorde de chuva para janeiro

24/01/2011 às 11:59
por Josélia Pegorim

Como
já ocorreu em muitos outros janeiros, São Paulo é borbardeada por temporais tarde sim, a outra também. O que varia é só a região da cidade onde chove mais ou menos, ou em alguns dias, como ontem, onde a chuva foi mais forte ou menos forte. Neste domingo, a quantidade de chuva sobre a cidade variou de quase zero a 146 milímetros, registrados no Belenzinho pelo SAISP – Sistema de Alerta e Inundações do Estado de São Paulo. Sobre o rio Titetêm, na barragem da Penha, choveu quase 103 milímetros. Sobre o rio Tamanduateí, na altura do viaduto Pacheco Chaves, foram despejados aproximadamente 86 milímetros de chuva. No Aricanduva, o volume foi próximo de 59 milímetros. Na região da rua Bela Cintra, local de medição do CGE – Centro de Gerenciamento de Emergências – choveu aproximadamente 83 milímetros e na Vila Mariana, volume de chuva se aproximou dos 59 milímetros. Estes volumes de chuva são muito altos e caíram em poucas horas, concentrados entre 20 e 23 horas e do domingo. O Mirante de Santana, na zona norte da cidade, é o local de medição regular do Instituto Nacional de Meteorologia. Lá, choveu 88,6 milímetros entre 10 horas do domingo e 10 horas desta segunda-feira, 24 de janeiro, mas novamente, quase toda a chuva ocorreu na noite do domingo. Este foi o maior volume de chuva em 24 horas registrado no Mirante de Santana este ano e também o maior desde fevereiro de 2010, quando choveu 90,4 milímetros entre os dias 3 e 4 daquele mês. Depois do temporal do domingo, o Mirante de Santana acumulava 466,9 milímetros de chuva em janeiro, até 10 horas do dia 24. Isto representa 79% de chuva acima da média para o mês, que é de 261 milímetros. Janeiro de 2011 agora é um forte candidato a ser o janeiro mais chuvoso na capital paulista, desde 1943, quando se iniciaram as medições no Mirante de Santana. Desde então, a maior quantidade de chuva acumulada neste local, em um mês de janeiro, foi de 481,4 milímetros em janeiro de 1947. No ano passado, faltaram 0,9 milímetros para que esse recorde histórico fosse superado. Em janeiro de 2010, o Mirante de Santana acumulou 480,5 milímetros de chuva. São Paulo completa 457 anos nesta terça-feira, 25 de janeiro, e vai passar mais um aniversário com o tempo típico de um dia de verão: sol, calor e chuva à tarde e à noite. O ar está úmido sobre a cidade e com os termômetros beirando os 30ºC todas as tardes, até o fim da semana, a chance de fortes pancadas de chuva sobre permanece alta.