Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo tem o mês mais quente já registrado

31/01/2014 às 18:05
por César Soares

"Eu
nunca senti tanto calor quanto em Janeiro de 2014!" Essa é uma das frases que os meteorologistas andam ouvindo muito em São Paulo, e ela está totalmente correta. A temperatura máxima verificada no dia 31 consagrou Janeiro de 2014 como o mês com maior temperatura média máxima desde que começaram as medições no Mirante de Santana em 1943, estação oficial do Instituto Nacional de Meteorologia. O recorde anterior datava de Fevereiro de 1984, quando a média das máximas era de 31,8°C. No mês de Janeiro, o valor da média é de 31,9°C.  - Por que tanto calor? Desde o início do Verão, a Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) se encontra mais próxima do continente do que o habitualmente. Esse sistema favorece a entrada de ar quente e seco, o que impede a formação de nuvens carregadas e deixa o céu mais claro. O sol faz o seu papel e aquece bastante o ar. Além disso, os ventos predominantes são de norte que são mais quentes. Logo, temos diversas condições potencializando as altas temperaturas.   - Choveu pouco? Ainda com relação a estação do Mirante de Santana, o registro de chuva foi dentro da média climatológica para o mês de Janeiro. O acumulado foi de 237,9mm. O problema é que não choveu nos reservatórios, segundo informações do Centro de Gerenciamento de Emergências de São Paulo (CGE-SP) diversos postos de medições ao longo da cidade registraram valores abaixo da média do mês de Janeiro.     - Quando volta a chover regularmente?   A regularidade nas chuvas e também maiores volumes acumulados, dependem da maior frequência na passagem de frentes frias, com isso a Alta Subtropical terá de se afastar do continente. Os modelos de previsão indicam que a chuva deve retornar ao Sudeste de maneira geral a partir da segunda quinzena de Fevereiro.