Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo teve a maior chuva em 24h de 2009

08/12/2009 às 11:58
por Josélia Pegorim

Nas
últimas 24 horas, São Paulo recebeu a maior quantidade de chuva deste ano. Conforme a medição do Instituto Nacional de Meteorologia, na zona norte, a estação meteorológica do Mirante de Santana acumulou 99,7 milímetros de chuva, entre 10 horas de segunda-feira e 10 horas desta terça-feira. Este valor corresponde praticamente a metade da média de chuva normal para dezembro, que fica em torno de 202 milímetros. Foi também o maior volume de chuva que caiu sobre a cidade, num período de 24 horas, desde o dia 8 de fevereiro de 2007, quando o Mirante de Santana teve um acumulado de aproximadamente 103 milímetros. Desta vez não teve um festival de raios e nem de trovões. Mas a chuva na cidade de São Paulo engrossou por volta das 19 horas de segunda-feira e não parou mais. Uma chuva constante e generalizada sobre a capital paulista, em alguns momentos com forte intensidade. O resultado de tanta chuva, foi o transbordamento do rio Tietê, que corta bairros das zonas norte e leste da cidade de São Paulo. Com vários trechos da marginal do Tietê alagados, a cidade foi parando. Embora a quantidade de chuva de segunda para terça-feira tenha sido muito elevada, a culpa pelo caos que virou São Paulo não foi só dela. Não se pode esquecer que, por conta da chuva muito acima do normal registrada durante o inverno e nesta primavera de 2009, estamos iniciando o período mais chuvoso do ano com rios cheios, com níveis acima do normal, para esta época do ano. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o Mirante de Santana já acumula neste mês de dezembro cerca de 142 milímetros, 70% da média. A chuva excessiva foi o efeito da passagem de outra frente fria pelo litoral paulista. O sistema reforçou as áreas de nuvens pesadas da Zona de Convergência do Atlântico Sul, que já estavam sobre o Estado de São Paulo. A formação deste sistema é normal nesta época e produz grande quantidade de chuva nos Estados do Sudeste e do Centro-Oeste. Nesta quarta-feira, a frente fria se afasta da cidade e a chuva diminui. Mas São Paulo ainda poderá ter muitos problemas por conta da chuva ainda este mês, sem falar no verão que vem por aí. O risco de temporais volta aumentar na sexta-feira e no sábado, quando outra frente fria deve passar pela cidade.