Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sexta-feira de nevoeiro

24/06/2011 às 11:00
por Josélia Pegorim

O tr
áfego aéreo no centro-sul do Brasil ficou muito complicado na manhã desta sexta-feira por conta do nevoeiro que se formou em muitas áreas e até com forte intensidade. O nevoeiro, chamado popularmente de neblina, é um fenômeno meteorológico que pode ser formar em qualquer lugar e em qualquer época do ano, desde que as condições atmosféricas permitam. Para que ocorra o nevoeiro é preciso que os níveis de umidade do ar estejam bastante elevados, acima dos 90%. O fenômeno se torna mais comum durante o outono e o inverno, pois as baixas temperaturas mais freqüentes nestas estações facilitam a condensação do ar úmido perto do solo, gerando o nevoeiro. Em São Paulo, a neblina começou a se formar já na madrugada e mo aeroporto internacional de Guarulhos, a visibilidade a olho nu nas pistas ficou abaixo dos 1000 metros durante 9 horas consecutivas, melhorar só por volta das 10 horas da manhã. Nos piores momentos, a visibilidade chegou aos 300 metros. O aeroporto de Congonhas e o Campo de Marte também tiveram problemas com o nevoeiro na manhã de hoje. No aeroporto internacional Afonso Pena, em Curitiba, os problemas com a máx visibilidade começaram por volta das 23 horas de quinta-feira. A densa neblina encobriu o local durante toda a madrugada e quase toda a manhã desta sexta-feira. Às 10 horas, o alcance a olho nu nas pistas do aeroporto ainda não passava dos 800 metros. Nos aeroportos de Cascavel, no Paraná, Chapecó, em Santa Catarina e Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, a visibilidade ficou quase nula no começo da manhã desta. O nevoeiro também se formou em áreas do sul e da zona da mata mineira, no vale do rio Doce, também em Minas Gerais, pelo interior de São Paulo, no Acre e Amazonas. No fim de semana, o nevoeiro poderá se formar no começo da manhã sobre as áreas serranas e vales do Sudeste, no Sul do Brasil e em Mato Grosso do Sul.