Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chove forte no Sul do Brasil

25/11/2014 às 09:39
por César Soares

Atualizado às 14h50 de 25/11/2014

A passagem de uma frente fria pelo litoral do Rio Grande do Sul e a presença de uma forte área de baixa pressão geram muitas áreas de nuvens carregadas que estão se espalhando sobre a Região Sul. Chuva forte e volumosa já ocorreu na madrugada e manhã desta terça-feira especialmente sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.  No decorrer da tarde e à noite pode chover com moderada a forte nos três estados do Sul.

As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço de nuvens carregadas nos tons em azul, branco e vermelho. Essas cores indicam que as nuvens possuem grandes topos e são capazes de provocar temporais durante a sua passagem.

O radar meteorológico do Morro da Igreja em Santa Catarina também mostra a presença de chuva forte em áreas do centro catarinense e na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Na imagem do radar meteorológico os tons em amarelo indicam uma chuva de modera a forte intensidade. Os tons em vermelho a presença de temporais.

Os volumes de chuva também se elevaram bastante em diversas áreas. O município de Teutônia na Região Central do Rio Grande do Sul, registrou um total de 41mm em apenas uma hora segundo informações da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

A terça-feira ainda será marcada por mais chuva na Região Sul ao longo das próximas horas. A chegada de novas áreas de instabilidade vindas do Paraguai vão provocar mais chuva e há o risco de novos temporais.

Chuva enfraquece ao longo da semana

O avanço da frente fria em direção ao oceano vai deixar de organizar as áreas de instabilidade sobre a Região Sul do Brasil. Ainda há previsão de pancadas de chuva até a próxima quinta-feira (27), mas a ocorrência será de forma mais localizada e áreas do centro-oeste gaúcho, leste catarinense e paranaense não terão mais o risco de chuva.

Na sexta-feira (28) o tempo ficará mais firme e o sol vai aparecer mais, somente o litoral do Paraná deverá ter garoa por conta da circulação de ventos úmidos vindos do mar, no norte do Estado paranaense há o risco de rápidas pancadas de chuva por conta da chegada e umidade trazidas pelos ventos vindos de norte.