Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporal em Salvador

20/10/2010 às 11:13
por Josélia Pegorim

ong>A chuva desta quarta-feira foi a quarta mais forte em 2010 sobre capital baiana. O temporal que caiu sobre Salvador na manhã de hoje causou muitos transtornos na cidade. No bairro de Ondina, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou um total de 40,2 milímetros, que correspondem a 33% da quantidade de chuva que normalmente cai durante todo o mês de outubro. A média de chuva para este mês é de aproximadamente 122 milímetros. Na região do aeroporto da capital baiana choveu 61 milímetros. A volume de chuva que caiu nesta manhã em Salvador foi o quarto maior em 2010. Embora outubro seja tecnicamente uma época de pouca chuva na cidade, temporais já ocorreram neste mês em outros anos. Entre os dias 10 e 11 de outubro de 2009, choveu 87,2 milímetros sobre a cidade, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. Entre os dias 20 e 21 de outubro de 2006 este instituto registrou um total de 82,4 milímetros. O temporal em Salvador nesta quarta-feira foi uma das consequências de uma forte frente fria que chegou a Bahia e deixou o tempo muito instável em todo o Estado. Choveu forte também em outras localidades. Em Amargosa, foram acumulados 102,6 milímetros de chuva entre 2 horas da madrugada e 10 horas da manhã desta quarta-feira. Mas quase toda a chuva caiu de forma violenta, entre 3 e 4 horas da madrugada, quando choveu 78,6 milímetros. De terça para a quarta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 59,5 milímetros em Ituaçu, mais do que o dobro da média para outubro que é de quase 24 milímetros. Em Itiruçu chove 43,4 milímetros e a média normal para este mês é de 66 milímetros. Choveu muito também em Vitória da Conquista e o acumulado ficou em torno de 39 milímetros, sendo que a média para outubro é de 56 milímetros. Em Itaberaba foram acumulados 35 milímetros e a média para outubro é de 42 milímetros. Frente fria provoca mais chuva nos próximos dias A frente fria que provocou os temporais na Bahia deve ter lento deslocamento nos próximos três dias. O sistema deve continuar próximo ao litoral da Bahia e de Sergipe até o sábado, estimulando a formação de nuvens carregadas em muitas áreas do Nordeste, que podem provocar chuva forte, em pouco tempo, ou chuva moderada e constante por várias horas, gerando grandes volumes acumulados. A situação é de alerta. Na Bahia, ainda há risco de chuvas intensas nesta quinta-feira em todo o Estado. Nos dias 22 e 23, sexta-feira e sábado, a chuva forte e a chuva volumosa ainda poderão ocorrer no litoral norte baiano, no Recôncavo, no norte e oeste do Estado. Entre os dias 20 (quinta-feira) e 23 (sábado) de outubro, fortes pancadas de chuva, em pequenas áreas e de curta duração, podem ocorrer no centro e sul do Maranhão e do Piauí, no sertão do Ceará, sertão da Paraíba, agreste e sertão do Pernambuco, em Alagoas e em Sergipe.