Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Travessia dos fortes - Rio de Janeiro - domingo 3 de abril

01/04/2011 às 17:02
por Josélia Pegorim

ong>Mar e tempo devem ajudar os competidores Nadar em mar aberto, por 3500 metros, entre o forte de Copacabana e o forte Duque de Caxias, no Leme. Esta é a Travessia dos Fortes que acontece neste domingo, 3 de abril, nas águas da cidade do Rio de Janeiro, entre as praias de Copacabana e do Leme. A Travessia dos Fortes é a maior maratona aquática da América Latina e este ano vai reunir dois mil nadadores. Desde o 2001, ano da primeira edição da prova, o evento só não aconteceu em 2007 e 2008. A competição tem início por volta das 9h35, com a largada da elite feminina e demais classes femininas. Às 10h15 largam a elite masculina e as demais classes masculinas. Portadores de alguma deficiência também participam da tradicional maratona aquática e iniciam o desafio às 10h30 do domingo. As condições do tempo e do mar podem ajudar ou atrapalhar bastante os competidores, ou mesmo inviabilizar a prova. O sol forte e excesso de calor, frio, raios, vento forte, um mar agitado são alguns dos fatores que interferem na performance dos atletas, aumentando o desgaste físico e emocional. Este ano, o tempo e o mar vão colaborar com a Travessia dos Fortes. Não há expectativa de agitação marítima no litoral do Rio de Janeiro. A previsão é de que as ondas fiquem entre 0,5 e 1,0 metro, com ondulação predominante de sudeste. Não há expectativa de ventania para a manhã do domingo nas praias do Rio de Janeiro. Na manhã do domingo, os ventos devem ser fracos a moderados, variando entre 2 e 15 km/h, com direção entre leste e nordeste. Os nadadores que forem treinar neste sábado vão encontrar o sol forte e um mar com ondas em torno de 1 metro. Há chance de alguma chuva apenas no fim da tarde. Mas durante o domingo, áreas de instabilidade voltam a se formar no Sudeste aumentando a nebulosidade e as condições de chuva também no Rio de Janeiro. Assim, os competidores da Travessia dos Fortes 2011 vão encontrar uma situação de tempo diferente para o dia da prova. A manhã do domingo deve ser com muitas nuvens e mormaço, e não com o sol tão forte como esperado para o sábado. Mas a sensação de calor e abafamento serão grandes no domingo. Apesar do grande aumento a nebulosidade, a chance de chover na manhã do domingo no Rio é relativamente baixa. As condições para chuva aumentam após as 14 horas, quando há risco de raios, de fortes pancadas de chuva e rajada de ventos.