Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Verão termina com tempestades no Sul

18/03/2014 às 22:01
por Josélia Pegorim

Tempestades continuam no Sul Uma frente fria se afasta do litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, mas grandes áreas de instabilidade continuam se formando nesta quarta-feira no Sul do Brasil e também entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina. O movimento dos ventos nos níveis elevados, em torno de 10 km de altura, vai colaborar para a formação de nuvens muito carregadas com potencial para tempestades, com muita chuva, ventania e granizo. É possível que as rajadas de vento superem os 100 km/h. As áreas mais propícias a terem tempestades severas são a faixa entre o noroeste, planalto, serra e litoral norte do Rio Grande do Sul, a Grande Porto Alegre e também o sul de Santa Catarina, o planalto sul, serra e centro-oeste catarinense, e as porções sudoeste-sul do Paraná. As condições para temporais devem persistir durante toda a quarta-feira.

As outras áreas do Sul podem tem também temporais, mas com chuva menos volumosa do que estas áreas citadas em particular.Alerta-se também para o risco de alagamentos nas cidades, deslizamento, destelhamento e possíveis transbordamento de rios

  Torres (RS): mais de 100 mm em 1 hora O verão de 2014 está terminando com tempo severo em áreas do Sul do Brasil. A terça-feira, 18 de março, foi marcada por verdadeiras tempestades no litoral norte do Rio de Grande do Sul. Pela manhã, choveu 94 mm em 2 horas em Tramandaí, entre 6 e 8 horas. A mediação foi do Instituto Nacional de Meteorologia. À  noite, o céu desabou em chuva em Torres. O Inmet registrou 88,2 mm em apenas 1 hora de chuva, entre 19h e 20 horas. Mas a chuva em Torres começou forte no fim da tarde acumulando 146 mm entre 16h e 20h.