Frio bate recorde no CO e SE por causa da subsidência

20/05/2019 às 19:44
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Amanhece de terça-feira, 21 de maio, pode ser com frio recorde nas capitais São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Goiânia.

Algumas capitais do Centro-Oeste e do Sudeste voltaram a registrar recorde de baixa temperatura nesta segunda-feira, 20 de maio, como já havia ocorrido no fim de semana.

O resfriamento acentuado foi provocado principalmente pelo efeito de subsidência depois da passagem de uma massa de ar frio de origem polar.

 

Nesta terça-feira, 21 de maio, as capitais São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Goiânia têm grande chance de bater o recorde de frio para 2019. Embora menor, também há chance de recorde no Rio de Janeiro e em Vitória. 

Temperaturas abaixo dos 10°C podem voltar a ser observadas em áreas dos estados de Goiás, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Uma forte massa de ar frio polar chega ao Sudeste durante a sexta-feira.

 

Confira os recordes de baixa temperaturas destas capitais até 20 de maio de 2019, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia

 

São Paulo (SP): 15,6°C em 19 de abril

Goiânia: 15,0°C em 20 de maio

Brasília: 14,0°C em 20 de maio

Belo Horizonte: 15,6°C em 19 e 20 de maio

Rio de Janeiro: 16,9°C em 2 de abril

Vitória: 18,9°C em 12 de maio

 

Frio de subsidência

A subsidência é provocada por um sistema de alta pressão atmosférica que começou a se intensificar no fim de semana (18 e 19 de maio) sobre o Sudeste e sobre o Centro-Oeste do Brasil. A subsidência do ar é um movimento do fluxo de ar de cima para baixo.

Este sistema de alta pressão atmosférica é observado na média atmosfera (em torno de 5 mil metros de altitude) e deixa o ar seco. Com a redução da umidade do ar, menos nuvens se formam. Com poucas nuvens durante a noite, o calor que sai da superfície é perdido rapidamente para o espaço e o ar perto do solo se resfria. Isto deixa a madrugada e amanhecer mais frios em muitas áreas do Sudeste e do Centro-Oeste.

 

 

 

 

Menos de 10°C em SP, GO e MG

Foi por causa da forte subsidência que ocorreu um resfriamento bastante acentuado na madrugada da segunda-feira, 20, em áreas do interior de São Paulo, no Sul de Minas e no Sul de Goiás. A temperatura ficou abaixo dos muito próxima e até abaixo dos 10°C. Na parte mais elevada do Parque Nacional de Itatiaia, em uma altitude de 2450 metros, a temperatura chegou aos 2,4°C.

 

Veja algumas baixas temperaturas registradas pelo INMET no Sudeste e no Centro-Oeste em 20/5/19

 

Monte Verde (MG): 7,0°C

Campos do Jordão (SP): 7,4°C

Maria da Fé (MG): 8,9°C

Caldas (MG): 9,1°C

Patrocínio: 9,4°C

Ariranha (SP): 9,6°C

Rancharia (SP): 10,0°C

Pradópolis (SP): 10,4°C

Ituverava (SP): 10,8°C

Jataí (GO): 10,9°C

 

 

Foto de Nelson Pacheco, Monte Verde (MG)

 

 

Recorde de baixa temperatura em Brasília, Goiânia e em BH

 

A madrugada de 20 de maio foi a mais fria deste ano em Brasília, em Goiânia e em Belo Horizonte. As capitais Brasília e Belo Horizonte registraram a menor temperatura para 2019 pelo segundo dia consecutivo.

 

Em Brasília, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 14,0°C de temperatura máxima nesta segunda-feira, 20. O recorde anterior de temperatura mais baixa em 2019 era de 15,1°C em 19 de maio.

 

Em Belo Horizonte, o INMET registrou 15,6°C de temperatura mínima na madrugada de 20 de maio, valor que igualou o recorde registrado no domingo, 19.

 

Em Goiânia, novo recorde de menor temperatura em 2019 foi batido nesta segunda-feira com a mínima de 15,0°C. O recorde anterior de menor temperatura mínima deste ano era de 15,9°C no dia 18 de maio.

 

CIDADES RELACIONADAS

Campos do Jordão - SP


min

21°
max

0mm / 0%

São Paulo - SP

14°
min

27°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Cheia
    17/06
  • Minguante
    25/06
  • Nova
    03/06
  • Crescente
    10/06

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03