Arquivo da Categoria ‘Rio de Janeiro’

+ aumentar e diminuir fonte -
Menos nuvens e mais estrelas no céu
segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Ar polar diminui a nebulosidade

A passagem de uma fraca massa de ar de origem polar pelo centro-sul do Brasil está seno suficiente para reduzir bastante a nebulosidade e as condições de chuva. Os estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, o centro-sul de Minas Gerais e o Rio de Janeiro são regiões que devem ter pouca nebulosidade na maior parte da noite desta segunda-feira, 15, e na madrugada do dia 16, terça-feira, o que vai permitir uma boa observação do céu e das chuva de meteoro.

 

No extremo norte do Brasil, os lugares com menor quantidade de nuvens devem ser o Amapá, Roraima, o norte do Pará, a faixa litorânea do Maranho, do Piauí o norte do Ceará e o Rio Grande do Norte. O restante do Brasil deve ter grande quantidade de nuvens e o risco de chuva é alto.

 

O que é estrela cadente?

Chuva de meteoro é o nome técnico correto para estrelas cadentes. Entre os dias 10 e 17 de dezembro, cinco chuvas de meteoros acontecem ao mesmo tempo, numa mesma região do céu. O ponto máximo foi no fim de semana, entre os dias 12 e 13, mas ainda dá para ver muitas estrelas cadentes.

O espetáculo é de graça e não precisa de binóculo e nem telescópio. Basta estar fora de locais muito iluminados e ter um pouco de paciência. Quando o meteoro cair, você verá um risco esbranquiçado pelo céu.

 

Como achar as estrelas cadentes?

A principal e a mais esperada chuva de meteoros do ano, é a Geminds, na constelação de Gêmeos, que sozinha deve gerar mais ou menos 120 meteoros por hora, 12 por minuto! No vídeo, o professor e astrônomo Marcos Calil explica como, para qual região do céu se deve olhar para observar as chuvas de meteoros.

 

 

Você tem mais informações sobre no Momento Astronômico 

Como será o verão na Região Sudeste? 

Sistemas de verão: Alta da Bolívia e VCAN

 

Um bom tempo pra você!

Como vai ser o verão 2015 no Sudeste?
segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O que esperar do verão 2015 no Sudeste? A ansiedade pela chegada da nova estação é cada vez maior. Em particular, a Região Sudeste, espera por muita chuva ou pelo menos por chuva dentro da normalidade, que possa tirar os reservatórios da situação crítica em que se encontram. Além da chuva, outra grande expectativa é com relação as temperaturas. O calor deste verão vai ser novamente intenso como foi 2014? O meteorologista Alexandre Nascimento fala da tendência da nova estação para toda a Região. Confira!

Represa Rio Bonito em Santa Maria de Jequitiba, ES. Por Leninho Lodi.

Veja também:

Verão 2015: Brasil terá seca ou chuva?

Ar seco e mais calor no RJ
segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Atualizado às 16h50 em 15/12/2014

A terça-feira será mais um dia de sol forte e  com temperatura em elevação no Grande Rio. Embora o dia amanheça fresco, a tarde já será quente. A chance de chuva é pequena, uma vez que poucas nuvens se formarão devido a influência de uma massa de ar relativamente seca.

O sol brilha forte na cidade do Rio de Janeiro e também nas demais áreas do Estado do Rio, que também ficam sem chuva.

As imagens do satélite meteorológico mostram a presença de um ar com pouca umidade nos tons em marrom. Não há a presença de sistemas meteorológicos que tragam umidade para todo o Estado do Rio de Janeiro.

Temperatura em elevação

A recente passagem de uma frente fria provocou chuva e aliviou o calor no Estado do Rio. O calor da semana passada incomodou! A temperatura já está em elevação novamente e até o fim da semana as tardes vão ficando cada vez mais quentes. Para termos uma ideia, o aeroporto do Campo dos Afonsos registrou temperaturas de 35°C ao meio dia do sábado (13), nesta segunda-feira no mesmo horário os termômetros estavam em 28°C.

O ar seco ainda persiste sobre o Estado fluminense até a próxima sexta-feira (19). Áreas da Serra e do Vale do Paraíba tem chuva a partir da quinta-feira (18). O sol predomina pela manhã e tarde, as pancadas de chuva tendem a ocorrem em todo o Estado do Rio de Janeiro a partir da sexta-feira.

 

Como será o verão na Região Sudeste?  

Segunda quinzena promete mais chuva no RJ

 

Entenda o que são os sistemas atmosféricos de verão Alta da Bolívia e VCAN 

Fotografeotempo! #É tempo de Natal!  

 

Nas ondas de Medina: vitória na estreia no Havaí
sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

O brasileiro Gabriel Medina, surfista profissional de apenas 20 anos, poderá trazer para o Brasil um título inédito, o de campeão do circuito mundial de surfe profissional WTC (World Championship Tour). Nenhum surfista brasileiro chegou tão perto de trazer este título para o Brasil. Surfistas da Austrália e dos Estados Unidos quase sempre vencem.

 Confira a reportagem no Climasurf com o vídeo de estreia (com vitória!) de Gabriel Medina na disputa pelo título mundial.

 

A meteorologista Josélia Pegorim conversou com Tomas Burguete, do Climasurf, que explicou sobre as características de Pipeline, as particularidades do estilo de surfar de Gabriel Medina. Fique sabendo porque Pipeline é a onda mais perigosa do planeta.

 

 

Climasurf, é um espaço com todas as informações para esportes náuticos, com mais de 80 câmeras de visualização de praias, previsão de ondas para cinco dias e a maior rede social exclusivamente para o surfe. É o lugar certo para compartilhar experiências e negócios do surfe.

No Climasurf você encontrar links para acompanhar ao vivo as surfadas de Grabriel Medina na disputa do Pipe Masters.

Banzai Pipeline, Havaí

O Pipe Master é a última etapa do WTC e está sendo realizada na praia Banzai Pipeline, em Oahu, no Havaí. É uma praia cultuada pelos surfistas por suas super ondas, consideradas ao mesmo tempo as mais perigosas do planeta. Ao mesmo tempo que fascinam, desafiam, as ondas de Banzai Pipeline matam. A média de vítimas fatais é de uma por ano, além das frequentes quebras de pranchas e lesões.

 

Por causa de sua extraordinária pontuação nas demais provas de 2014, Gabriel Medina poderá ser campeão mesmo sem vencer a final. As baterias de provas vão ocorrendo até o dia 20 de dezembro porque nem sempre as ondas de Pipeline se deixam surfar, pois ficam grandes demais. Nem sempre os ventos permitem. Quem manda é o mar! E o Brasil tem que torcer para que Gabriel Medina mais uma vez domine as ondas!

 

Um bom tempo pra você!

Previsão climática para o verão de 2015 no Brasil

Você tem até o dia 17 de dezembro para ver mais de 100 estrelas cadentes por hora riscando o céu! Não esqueça de fazer o seu pedido!

Fim de semana com risco de temporais no RJ
sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

A semana tem sido muito quente em todo o Estado do Rio de Janeiro. Na cidade do Rio, a temperatura chegou aos 38°C nos últimos quatro dias, mas com sensação térmica acima dos 40°C

O calor se deve a condição de tempo firme e pouca nebulosidade. Isso favorece o aumento da radiação ultravioleta que é nociva à pele. O uso de filtro solar é muito importante ao se expor aos raios de sol! Confira qual é o melhor fator de proteção para a sua pele.

Mas as condições do tempo começaram a mudar nesta sexta-feira e as pancadas de chuva recomeçaram em vários locais do Estado do Rio.

A previsão para o fim de semana é de que o Estado do Rio de Janeiro tenha temporais. As imagens do satélite meteorológico mostram a expansão de áreas de instabilidade do Sul para o Sudeste. Além disto, uma frente fria vai chegar ao Rio de Janeiro no domingo.

Mais chuva no fim de semana

O fim de semana ainda terá tempo instável e o risco de pancadas de chuva sobre o Estado do Rio de Janeiro é ainda maior. A presença de um sistema de baixa pressão atmosférica e de uma frente fria, vai organizar mais nuvens carregadas e provocar chuva. Como o ar ainda estará bastante abafado, há o risco de chuva forte principalmente ao longo da tarde e da noite. No domingo o tempo ficará instável desde cedo e há o risco de chuva a qualquer momento.

Um bom tempo pra você!

Previsão climática para o verão de 2015 no Brasil

Você tem até o dia 17 de dezembro para ver mais de 100 estrelas cadentes por hora riscando o céu! Não esqueça de fazer o seu pedido! 

Geminids: mais de 100 estrelas cadentes por hora
quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Olhos para o céu! Várias chuvas de meteoros acontecem nos próximos dias, numa mesma região do céu. O espetáculo é de graça e dá ver a olho nu! A quantidade de estrelas cadentes (nome popular da chuva de meteoros) será tão grande, que até em grandes centros urbanos, onde a poluição luminosa é muito grande, também vai dar para ver um pouco.

Quatro chuvas de meteoros acontecem nos próximos dias, ao mesmo tempo, numa mesma região do céu. No total, a previsão é de que se veja até 140 meteoros por hora, em locais com pouca iluminação. Nos grandes centros urbanos a quantidade de meteoros será bem menor, mas será possível ver. Quando o meteoro cair, você verá um risco esbranquiçado pelo céu.

É possível ver as chuvas de meteoros entre os dias 10 e 17 de dezembro: chi Orionids, 2 chuvas na constelação de Orion, Canis Minorids, na constelação do Cão Menor, sigma Hidrids e a principal e mais esperada chuva de meteoros do ano, a Geminds, na constelação de Gêmeos que sozinha deve gerar mais ou menos 120 meteoros por hora, 12 por minuto!

A Geminds é e a maior chuva de meteoros do ano e mais esperada pelos astrônomos. No vídeo, o professor e astrônomo Marcos Calil explica como, onde e quando observar as chuvas de meteoros.

 

 

Você tem mais informações sobre no Momento Astronômico

Um bom tempo pra você!

 

 

Rio de Janeiro: sensação térmica já passa dos 40°C
terça-feira, 9 de dezembro de 2014

 A sensação térmica na cidade do Rio de Janeiro chegava aos 41°C ao meio-dia. 

  

 

Ontem a cidade do Rio de Janeiro ficou entre as 10 mais quentes do Brasil, considerando as medições das estações meteorológicas automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia. A temperatura chegou aos 37,9°na região da Vila Militar, na zona oeste carioca. Em Cabo Frio, a sensação térmica às 15 horas chegou aos 38°C no aeroporto local, mas a temperatura real do ar era de 32°C.

 

 

Cariocas e fluminenses já tiveram chuva forte no fim da semana passada, mas querem mais, muito mais chuva! Ela vai voltar forte, mas só no fim da semana. Até a quinta-feira, apesar do calor intenso em todo o Estado do Rio de Janeiro, a chance de chuva é baixa. Algumas pancadas fortes poderão ocorrer especialmente nas regiões serranas, mas em pequenas áreas.

 

Por do sol no Rio de Janeiro (RJ) em 8-12-2014, por Leonardo Prevatti

A semana que começou ensolarada e muito quente vai terminar menos quente e com risco de temporais. A meteorologista Josélia Pegorim explica as condições do tempo para os próximos dias.

 

 

Um bom tempo pra você!

Reinvente as nuvens!  

Como se formam os raios? É de arrepiar os cabelos!  

Aberta a temporada de temporais

Rio de Janeiro: muito calor e pouca chuva
terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O tempo firme predomina no Grande Rio. Poucas nuvens se formam e o sol brilha forte, fazendo as temperaturas subirem muito ao longo da tarde de terça-feira. Por enquanto a chance de chuva é baixa, mas teremos mudanças ao longo dos próximos dias.

O aeroporto do Campo dos Afonsos registrou temperaturas de 35°C. O calor predomina em todo o Estado fluminense. Com o predomínio do sol os índices de radiação ultravioleta se elevam ao longo da tarde. A exposição ao sol no horário das 10h até às 16h é nocivo à pele.

Uso protetor solar! A Climatempo mostra pra você qual é o fator de proteção ideal para o seu tipo de pele. Clique e confira!

A condição de tempo firme se deve a presença de um sistema de alta pressão atmosférica em níveis médios, 500hPa aproximadamente 6 km de altura com relação à superfície, o que impede a formação de nuvens muito altas e por consequência não chove tanto.

Vem chuva para o Rio de Janeiro!

O tempo firme e sem chuva estão com os dias contados. A tendência até o fim desta semana é do avanço de uma baixa pressão atmosférica na costa de São Paulo que vai conseguir organizar áreas de instabilidade inclusive sobre o Rio de Janeiro.

No fim de semana o tempo ficará instável e há o risco de temporais sobre a capital fluminense.

Pancadas de chuva e calor no Sudeste
segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Com o calor e a grande disponibilidade de umidade, áreas de instabilidade se formam por todo o Sudeste do Brasil. Nesta segunda-feira, as pancadas de chuva mais frequentes ocorreram sobre São Paulo e na parte oeste e norte de Minas Gerais. Mas já nesta terça-feira, as nuvens carregadas se espalham mais sobre Sudeste e as pancadas de chuva voltam a ocorrer também sobre o Rio de Janeiro e sobre o Espírito Santo, estados que tiveram predomínio de sol nesta segunda-feira.

 

Sensação térmica de mais calor

O ar fica mais úmido sobre o Sudeste, o que vai aumentar a sensação de calor e o desconforto térmico. Na cidade do Rio de Janeiro, a sensação térmica por volta da 1 da tarde da segunda-feira, 8, chegou aos 37°C na região de Jacarepaguá, mas a temperatura rela do ar estava em 33°C. A sensação de calor será sentida o dia todo. A chuva refresca o ar momentaneamente, mas o calor volta quando a chuva para.

 

Ituiutaba (MG): sol nascendo entre muitas nuvens em 6-12-2014, por Niceu Divino dos Santos

Temporais

Calor e umidade alta são ingredientes básicos para a formação das grandes nuvens convectivas que provocam os temporais, típicos desta época, de dias quentes e úmidos. Nesta terça-feira, o maior risco para temporais é no Estado de São Paulo. As rajadas de vento podem superar os 60 km/h.

 

Frente fria no fim da semana

Uma nova frente fria chegar ao litoral paulista no fim da semana. A meteorologista Josélia Pegorim comenta como fica a chuva sobre o Brasil e no Sudeste esta semana.

 

 

Um bom tempo pra você!

Há risco de outro bloqueio atmosférico em 2015?

Fique atento: raios matam!

Chuva diminui no RJ
sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

A frente fria que trouxe chuva volumosa e grande queda da temperatura para o Estado do Rio de Janeiro se afasta para alto-mar neste sábado, o que vai facilitar o enfraquecimento das áreas de instabilidade. A temperatura começa a subir com a volta do sol e o afastamento do ar polar. A tarde do sábado já será com uma sensação de abafamento, mas o sol forte e o calor intenso retornam ao Estado do Rio só na tarde do domingo.

Chuva diminui

As áreas de instabilidade enfraquecem fazendo com que a nebulosidade e a chuva diminuam. Ainda vai chover um pouco no fim de semana, mas principalmente pelo interior e não há mais expectativa de chuva forte e volumosa como ocorreu nesta sexta-feira.

A passagem desta frente fria provocou chuva muto volumosa no Grande Rio e também em áreas da região serrana, no sul e no noroeste fluminense. Houve deslizamento em Niterói.

 

Temperatura baixa na cidade do Rio

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima na cidade do Rio de Janeiro na sexta-feira, 5 de dezembro, foi de 24,6°C. Foi a temperatura mais baixa à tarde desde o dia 15 de novembro, quando a temperatura máxima foi de apenas 24,0°C.

A queda da temperatura foi bastante acentuada, pois nos últimos dois dias o calor variou de 35°C a 37°C à tarde.

Com o afastamento do ar polar e a sol aparecendo, a temperatura tem rápida elevação.

Não há previsão de nova frente fria no Rio de Janeiro pelo menos até a próxima quarta-feira.

 

Vai dar praia em parte do fim de semana

A nebulosidade diminui e vai dar para ver a lua cheia no domingo!

Confira como será a distribuição de chuva no Brasil nos próximos 15 dias

Um bom tempo para você!