Arquivo da Categoria ‘Rio de Janeiro’

+ aumentar e diminuir fonte -
Calor aumenta e bate recorde no Rio de Janeiro
quarta-feira, 10 de setembro de 2014

O calor aumenta nesta quinta no Rio de Janeiro e pode bater recorde. A tarde desta quinta-feira deve ser a mais quente do inverno e uma das mais quentes do ano, até agora. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a maior temperatura do inverno de 2014  no Rio de Janeiro foi de 35,6°C, em 4 de agosto. A maior temperatura deste ano até agora é de 41,4°C, em 10 de fevereiro.

Ar seco

Cariocas e fluminenses que tentaram achar alguma nuvem nos céus do Estado do Rio de Janeiro nesta quarta-feira terminaram o dia frustrados. Com a secura do ar, as nuvens não se formaram, apesar do calorão.

A sequência de imagens de satélite mostra o predomínio da cor escura sobre todo o Estado do Rio de Janeiro indicando pouca ou nenhuma nebulosidade.  Para os meteorologistas, a maior provoca de que o ar está muito seco é a falta das nuvens, um dia todo com céu azul.

 

Na região da Vila Militar, zona oeste carioca, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou umidade no ar entre 19% e 21% entre 13h e 17h. A Organização Mundial da Saúde recomenda que os níveis de umidade fiquem em torno dos 60%, para o conforto humano.

A secura do ar foi registrada em todo o Estado e ainda vai incomodar os cariocas e fluminenses nesta quinta-feira.  Níveis de umidade abaixo dos 20% podem voltar a ocorrer na tarde desta quinta-feira em vários locais do Estado do Rio de Janeiro. A salvação, pelo menos parcial, virá só na sexta-feira com a chegada de uma frente fria. Mas não dá para esperara a chuva. A umidade aumenta e o ar ficará menos desconfortável. As nuvens voltam a se formar, mas não vão esconder o sol por completo.

Ainda vai dar praia no fim de semana.

 

Saiba como a o ar seco interfere no seu corpo. Sua boca está seca? É o sinal amarelo da desidratação.

Quem será o grande vilão da primavera?

 

 

Semana promete calor e virada para o RJ
domingo, 7 de setembro de 2014

A primavera está chegando! A nova estação começa oficialmente no dia 22 de setembro, às 23h29, pelo horário de Brasília. Os últimos dias de inverno no Rio de Janeiro prometem muito calor e também viradas de tempo sensacionais.

Cariocas e fluminenses passaram quase todo o primeiro fim de semana de setembro com muito sol. As tardes foram até quentes, mas o ar frio ainda foi sentindo à noite e no começo da manhã.

 

O predomínio do tom preto nas imagens de satélite indica pouca ou nenhuma nebulosidade sobre o Rio de Janeiro em 7 de setembro de 2014

No decorrer da semana, o calor só aumenta no Estado do Rio de Janeiro, mas as madrugadas ainda serão frescas, confortáveis para dormir. A população deve ficar atenta para o ar muito seco. Os níveis de umidade ficam abaixo do recomendado para a saúde pela Organização Mundial da Saúde, que é de 60%. As tardes serão bastante secas também no litoral. Em algumas horas desta semana, a umidade do ar pode ficar até abaixo dos 30%, inclusive no Grande Rio.

 

Mar baixo

Depois de um fim de semana de mar agitado, cariocas e fluminenses vão poder curtir as horas de folga com pouca onda e muito sol na praia, e sem aquele vento constante para espalhar areia.

 

Surpresa

A semana começou ensolarada e vai terminar em frente fria forte. A próxima frente fria prevista para o Rio de Janeiro vai virar o tempo pelo avesso no fim de semana que vem.

Veja como está a previsão inicial de temperatura para o Rio de Janeiro.

As ensolaradas do Sudeste
domingo, 7 de setembro de 2014

O ar voltou a secar sobre o Sudeste do Brasil e quase toda a Região está passando o primeiro fim de semana de setembro com muito sol e poucas nuvens.

Mas o sol e o céu azul da Grande São Paulo, do Grande Rio e da Grande Belo Horizonte merecem destaque. O 7 de setembro está sendo ensolarado, convidando para os passeios e atividades ao ar livre.

Nas imagens de satélite, o tom preto indica pouca ou nenhuma nebulosidade.

 

 

 

Quem está na região das capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte pode aproveitar todo o domingo sem preocupações com chuva ou ventania. Curta o lindo dia de sol pedalando por aí, mas atenção com a secura do ar. Não esqueça de beber mais água do que o normal! A tarde deste domingo promete ser bastante seca por quase todo o Sudeste. As três capitais, até mesmo o Rio de Janeiro, no litoral, terão níveis de umidade muito abaixo do recomendado (em torno dos 60%) para a saúde. Já na Grande Vitória, o ar ainda está úmido. Apesar da nebulosidade, não deve chover.

Às 10 horas da manhã, na região do aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade de São Paulo, o nível de umidade já estava em 43%. Na zona oeste do Rio, o Campo dos Afonsos registrava apenas 39%; na região do aeroporto To9m Jobim a umidade era de 42%. Em Belo Horizonte, o aeroporto Carlos Prates estavam com 49% de umidade do ar.

Mas com o a elevação da temperatura, a umidade do ar vai diminuir cada vez mais. A tarde será quente e seca nestas capitais com níveis de umidade entre 20% e 30%.

O ar quente e seco vai predominar sobre o Sudeste por quase toda a semana. Mas não deixe de acompanhar a previsão do tempo, pois a semana vai terminar com frente fria.

Rio de Janeiro esquenta mais no domingo
sábado, 6 de setembro de 2014

O sábado está sendo com sol forte em grande parte do Rio de Janeiro. Cidades serranas e no norte fluminense ainda estavam com muitas nuvens no fim da manhã, mas sem registro de chuva.

Imagem de satélite mostra o predomínio da cor preta sobre o Grande Rio, no litoral sul e na região dos Lagos, o que representa uma situação de pouca ou nenhuma nebulosidade. Nuvens aparecem em tons de cinza.

 

 

Na cidade do Rio, apesar do sol forte, os ventos ainda moderados e a presença de ar polar estão dificultando a elevação da temperatura, mesmo assim a sensação já é de um ar mais quente do que nos últimos dias. Às 11 horas, a região do aeroporto de Jacarepaguá registrava 26°C. Esta foi a maior temperatura ontem na cidade, segundo medições do Instituto Nacional de Meteorologia.

O Grande Rio, a região do Lagos e o litoral sul fluminense continuam com sol na tarde deste sábado. O mar continua agitado, com ondas que podem chegar a 1,5 metros.

 

Domingo quente

O ar polar está se afastando do Brasil e neste domingo ventos mais quentes voltam a soprar também sobre o Rio de Janeiro. A temperatura sobe e a sensação será de calor vai aumentar já pela manhã. Porém, a madrugada e o amanhecer ainda será frios. Cidades serranas podem registrar temperaturas próximas dos 10°C. Nova Friburgo teve mínima de 8,0°C neste sábado. Os termômetros no Grande Rio volta a marcar máximas na casa dos 30°C. O mar ainda fica agitado.

Semana começa seca

A semana que vem será marcada por sol e calor no Estado do Rio de Janeiro. Até a quinta-feira, as frentes frias ficam bloqueadas no Sul.

Fique Alerta com a Previsão do Tempo
sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Imagine a situação: você mora em São Paulo e está para cair uma baita tempestade na próxima hora nesta cidade. Você gostaria de ficar sabendo sobre isso para decidir o que fazer a respeito, certo? Agora isso é possível. A Climatempo está com um novo aplicativo no Facebook que te avisa sobre alterações relevantes no tempo e no clima na sua cidade.

Para usufruir deste benefício, é só se cadastrar em nosso Facebook ou em nosso Portal.

 

Temperatura amena no Rio de Janeiro
quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Áreas de instabilidade associadas a uma frente fria e a intensificação dos ventos marítimos de uma massa polar no oceano deixaram a quinta-feira (04) com muitas nuvens, queda de temperatura e um pouco de chuva no Rio de Janeiro. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a temperatura máxima não passou de 24,6 graus na estação de Santa Cruz, na zona oeste carioca. Estes ventos marítimos e a proximidade desta massa polar ainda vão provocar bastante variação de nuvens e manter a temperatura bem amena na cidade do Rio também nesta sexta-feira (05). Esfria um pouco mais durante a próxima madrugada, e nas áreas mais altas da cidade, o dia deve começar com temperatura por volta de 13 graus. Com a presença do sol a temperatura sobe durante a tarde, devendo chegar a 26 graus. Durante o fim de semana, essa umidade diminui e a previsão é de dias de sol forte e temperatura em elevação. O resfriamento da madrugada deve favorecer a formação de nevoeiro nas manhãs de sábado e de domingo.

A foto do destaque foi tirada por Antônio Carlos Leão, no bairro de São Conrado, na zona oeste carioca.

Mar agitado e risco de ressaca nesta sexta-feira

Ondas grandes formadas pela recente passagem de um sistema de baixa pressão no oceano já atingiram o litoral do Rio de Janeiro e ainda influenciam a costa fluminense também nesta sexta-feira. O mar fica alto, com ondas de até 2 metro de altura e ainda há risco de ressaca nas praias. No fim de semana as ondas começam a baixar, porém o mar ainda fica um puco agitado.

Praia da Reserva, no Rio de Janeiro, com ondas de 2 metros no início da manhã de 4 -09-2014 (site ricosurf)

 

Confira a previsão completa das ondas para o fim de semana no Sul, no Sudeste e no Nordeste

Muitas nuvens e frio no Rio de Janeiro
quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Atualizado em 04/09/2014 às 10h40

Áreas de instabilidade ainda circulam sobre o Rio de Janeiro na quinta-feira (04). No entanto, desta vez as nuvens vem de sudeste acompanhadas por um vento mais frio que favorece a queda da temperatura. Desta forma, o carioca terá uma quinta-feira (04) fria e úmida na “Cidade Maravilhosa”.

Segundo informações do aeroporto Santos Dumont já tivemos a presença de chuva fraca ao longo da madrugada. Em diversas áreas do Estado do Rio de Janeiro, os aeroportos registraram garoa na manhã da quinta-feira.

Condição do tempo até o domingo

Mas o frio não ficará por muito tempo sobre o Estado do Rio de Janeiro e também sobre o Grande Rio. O sol já volta a predominar na sexta-feira (05). As tardes já ficam mais agradáveis e as noites ainda ficam com temperaturas um pouco mais baixas. O sábado (06) e o domingo (07) terão predomínio de sol e temperaturas altas, não hã o risco de chuva e a umidade relativa do ar já começa a cair.


Confira como ficarão as temperaturas na cidade do Rio de Janeiro.

Mar agitado

Após a quarta-feira (03) com rajadas de vento próximas dos 100km/h, o vento segue com pista sobre o oceano. A perturbação do mar se torna mais efetiva, por conta disso a costa fluminense terá mar agitado pelo menos até a sexta-feira. O sábado e o domingo terão condições de mar mais calmo por conta do afastamento de um sistema de alta pressão atmosférica que organizava o vento.

Previsão de ondas na costa do Sudeste até o domingo (07/09)

Ventos de quase 100km/h no RJ
quarta-feira, 3 de setembro de 2014

As fortes áreas de instabilidade que avançaram da Região Sul para o Sudeste do Brasil também provocaram mudanças no tempo no Estado do Rio de Janeiro entre a madrugada e manhã da quarta-feira (03). As pancadas de chuva não geraram grandes volumes acumulados, no entanto o forte gradiente de pressão acabou acarretando em ventania em diversas áreas do Estado fluminense.

 

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

 

Segundo informações das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), as rajadas de vento chegaram aos 102 km/h em Arraial do Cabo, aos 93 km/h na serra fluminense, em Xerém aos 89 km/h e aos 97 km/h na estação do Forte de Copacabana. As agências de notícias relatam a queda de árvores em Botafogo e uma cobertura de prédio de foi arrancada por conta dos ventos fortes em Ipanema.

O internauta Felipe Santos enviou para a Climatempo estas imagens que mostram árvores que foram derrubadas pela ventania que ocorreu na cidade do Rio.

As áreas de instabilidade ainda circulam sobre o Estado do Rio de Janeiro no quarta-feira. Há o risco de novas pancadas de chuva ao longo do dia, que podem vir com intensidade forte mas de forma mais pontual. A intensidade dos ventos diminuem um pouco e não devem passar dos 70 km/h. A quinta-feira (04) terá um céu mais fechado e risco de garoa e chuva fraca a qualquer momento. As condições de chuva só devem diminuir a partir da sexta-feira quando o ar seco começa a predominar e impedir a circulação de umidade proveniente do mar.

Chuva de SP avança para o RJ e MG
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Áreas de instabilidade se espalharam sobre o Estado de São Paulo na noite desta terça-feira. Nuvens bastante carregadas provocaram chuva forte, com granizo e ventania.

A instabilidade ganhou força também no Triângulo Mineiro e sul mineiro no começo da madrugada e provocou chuva moderada a forte e descargas elétricas. Ao longo do dia, a chuva deve atingir também a Grande Belo Horizonte e não se descarta temporal. No Rio de Janeiro a chuva também já chegou ao sul do Estado nesta madrugada. Ao longo do dia o tempo fica instável e com risco para chuva forte nas outras áreas fluminense, inclusive na capital. Em cidades do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, as pancadas de chuva devem ocorrer à tarde e à noite. O aumento da nebulosidade e a chuva vão aliviar o calor intenso no Sudeste.

 

 

 

RJ ainda tem sol e calor
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Com o afastamento de uma frente fria para alto-mar, a nebulosidade voltou a diminuir sobre o Rio de Janeiro e o sol apareceu forte na manhã desta terça-feira. A imagem de satélite captada pelo satélite GOES 13, às 11hh15, mostra o predomínio da cor preta sobre o Estado do Rio de Janeiro, o que representa pouca ou nenhuma nebulosidade. Apenas o litoral sul, região da Paraty e de Agra dos Reis estava com muitas nuvens, representadas por manchas cinzas.

 

A terça-feira continua com sol e tempo firme no Estado do Rio de Janeiro. Algumas nuvens crescem no decorrer da tarde, mas a não há expectativa de chuva.

 

Mudança no tempo amanhã

O tempo muda no Estado do Rio de Janeiro durante esta quarta-feira com a chegada de áreas de instabilidade ao Sudeste do Brasil. Parte destas nuvens carregadas estão vindo do Sul do Brasil e vão trazer pancadas de chuva para o Rio de Janeiro.

Ventos úmidos e frios, de origem polar, entram sobre o Estado do Rio de Janeiro durante  a quinta-feira ajudando a aumentar a umidade e a baixar a temperatura.